Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer em grande plano

04 de Abril, 2019

Federer somou 2.280 pontos em 2019 acima dos 2.225 levantados pelo campeo do Australian Open Djokovic

Fotografia: DR

Faltam 220 dias para a disputa do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas do ano, no circuito masculino. Ainda assim, é possível fazer um pequeno balanço de nomes que podem estar na competição, a ser disputada entre os dias 10 e 17 de Novembro, na O2 Arena.
Através do ranking da Corrida Para Londres, que organiza em formato de lista, os jogadores fizeram mais pontos até segunda-feira dia1 de Abril, chega-se à lista que contém nomes de peso, como o do suíço Roger Federer, o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal. Recém -campeão do Masters 1000 de Miami e vice -campeão em Indian Wells, Federer somou 2.280 pontos em 2019, acima dos 2.225 levantados pelo campeão do Australian Open Djokovic. Vice -campeão em Melbourne, Nadal detém, 1.605 pontos.
Alçado ao posto de número oito do mundo, na última actualização do ranking da ATP, o grego Stefanos Tsitsipas aparece na quarta posição. Ele e o russo Daniil Medvedev (8º) são os únicos com 23 anos, ou menos a aparecerem na pré-lista.
A experiência do Norte-americano John Isner e do francês Gael Monfils, com 33 e 32 anos cada, permite aos dois estarem, respectivamente, na 6ª e na 7ª posições. À frente deles, está o austríaco Dominic Thiem, detentor do título no Masters 1000 californiano e quinto lugar.
Se fosse fechada nesta semana, a lista não contava com nomes de peso, que estiveram na disputa em 2018, caso do japonês Kei Nishikori (10º), do sul-africano Kevin Anderson (27º) e do croata Marin Cilic (72º). A perda mais sentida era a do alemão Alexander Zverev, actual campeão em Londres e apenas 22º melhor do ano. A actualização da semana, do Ranking da ATP, trouxe uma série de mudanças. Com o encerramento do Masters 1000 de Miami, a lista contou com o regresso de Roger Federer no top 4. Após conquistar o 101º título da carreira, o suíço ultrapassou o austríaco Dominic Thiem, agora, quinto colocado.
Outras três movimentações, também aconteceram, entre os dez primeiros do circuito masculino. Tenista de 20 anos, o grego Stefanos Tsitsipas, subiu duas posições e agora é o oitavo melhor tenista do planeta, atingiu a sua melhor marca da carreira.
Os experientes, John Isner e Juan Martin del Potro, por sua vez, caíram uma posição cada.