Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer est motivado

02 de Junho, 2013

Tenista suo pretende voltar ao topo da hierarquia do tnis mundial

Fotografia: AFP

O suíço Roger Federer, actual número três do ranking mundial, revelou, em entrevista publicada ontem, que continua motivado para voltar a ocupar o primeiro posto, posição que já foi sua durante 302 semanas, e admitiu que vai começar a caminhada para chegar ao topo a partir do Roland Garros.

“Não afirmo que vá voltar a ser o número um, mas também não escondo que é esse o meu objectivo”, afirmou Federar ao jornal francês “L'Équipe”. Esta temporada, o suíço ainda não levantou qualquer troféu, até porque ficou de fora em vários torneios, poupando-se para estar em melhor forma naqueles que distribuem maior número de pontos no ranking mundial.

“Em geral, não preciso de muito tempo para o meu jogo voltar ao seu lugar e voltarem os automatismos”, explicou o tenista de 32 anos, que garantiu não ir sofrer de falta de ritmo. A boa avaliação das suas condições físicas fazem Federer acreditar que não ia sentir dificuldades em disputar uma partida de cinco sets com Rafael Nadal, seis anos mais jovem, ou Novak Djokovic, sete anos mais jovem.

“Posso dizer que, actualmente, estou muito forte, talvez no auge da minha carreira. O meu corpo acostumou-se a produzir o esforço exigido, o que torna as coisas muito mais fáceis do que eram no início da carreira.”

Desde que começou a competir, Federer conquistou 17 títulos de Grand Slam e diversos torneios Masters 1000. Além  disso, ficou com a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, disputados no ano passado. Conquistas anteriores que não diminuem a vontade de obter novas, afirma o atleta.

“O que pode fazer a diferença entre um grande jogador mais experiente e um mais jovem, frequentemente, é a motivação”, concluiu Federer.


Roland Garros
Sharapova
passa aos oitavos

Maria Sharapova, detentora do título e segunda cabeça de série, qualificou-se, ontem para os oitavos-de-final do torneio de Roland Garros, ao derrotar a chinesa Zheng Jie por 6-1 e 7-5. Depois de ganhar  o primeiro "set" com facilidade, Sharapova sentiu mais problemas no segundo, chegou a perder por 4-1, mas a russa recuperou para 4-4 e, apesar de  ceder o serviço no jogo imediato, recompôs-se para fechar a partida com 7-5 e ganhar o encontro em uma hora e 45 minutos.

Nos oitavos-de-final, Sharapova vai defrontar a norte-americana Sloane Stephens, 17.ª cabeça-de-série. Mais cedo, a bielorrussa Victoria Azarenka, terceira pré-designada, também se apurou para os oitavos-de-final, ao impor-se perante a francesa Alizé Cornet, com os parciais de 4-6, 6-3 e 6-1.