Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer imparável em Wimbledon

05 de Julho, 2015

O número dois do mundo venceu em quatro sets

Fotografia: AFP

 A Em mais um duelo contra um rival de saque potente na relva inglesa, Roger Federer perdeu ontem o seu primeiro set em Wimbledon, mas não chegou a levar um susto do australiano Samuel Groth, atual 69º do ranking. O número dois do mundo venceu em quatro sets, com parciais de 6/4, 6/4, 6/7 (5/7) e 6/2, e avançou para os oitavos de final.

Apesar do set perdido, Federer não teve o seu saque ameaçado ao longo das 2h16min da partida. Ele dominou o confronto desde o início a partir do bom aproveitamento no saque,  acertou 17 aces e 90 por  dos pontos quando jogo com o primeiro serviço, e das raras falhas. Federer registou apenas oito erros não forçados nos quatro sets da partida.

O favorito só encontrou dificuldade diante do poderoso saque do rival. Groth acertou 21 aces e registou o segundo saque mais rápido da história do torneio inglês. Mesmo assim, Federer obteve quatro quebras de serviço. Só não quebrou no terceiro set, quando foi batido pelo adversário no tie-break.

Nos oitavos-de-final, o vice-líder do ranking vai defrontar o espanhol Roberto Bautista Agut, que avançou com uma vitória tranquila sobre o georgiano Nikoloz Basilashvili por 7/6 (7/4), 6/0 e 6/1.

Assim como aconteceu no jogo anterior, contra o norte-americano Sam Querrey, Federer teve dificuldade para conter o saque do rival no início da partida de ontem. Groth acumulou aces - foram somente dez no set inicial - e cedeu apenas três break points. O suíço derrubou a resistência do australiano e facturou a primeira quebra de saque do jogo no quinto game. Sem dificuldades, Federer encaminhou a vitória na parcial.

Durante este set inicial, Groth cravou o segundo saque mais rápido da história do torneio, ao atingir a velocidade de 236 km/hora. Federer chegou a tocar a bola com a sua raqueta, mas não conseguiu devolver. O recorde ainda pertence ao norte-americano Taylor Dent, que cravou 238 km/hora na edição de 2010 do Grand Slam britânico.

O segundo set foi mais tranquilo para o número dois do mundo. Federer se impôs no saque do adversário logo no primeiro game e sustentou a vantagem até o fim do set. Na sequência, a terceira parcial foi a mais equilibrada da partida. Nenhum deles conseguiu ameaçar o saque do outro.

Resistindo às investidas do suíço com o seu poderoso saque, Groth  saiu se melhor no tie-break, contando com um vacilo do rival.

Federer cometeu dupla falta no momento crucial da disputa e cedeu dois set points. Salvou o primeiro, mas o australiano não desperdiçou a segunda chance, reduzindo a vantagem do favorito no placar geral.

O susto foi superado com tranquilidade no início do quarto set. Mesmo caindo de rendimento, em comparação às parciais anteriores, Federer não demorou para quebrar o saque do australiano, logo no segundo game.