Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer nas meias-finais

01 de Novembro, 2015

Fotografia: AFP

Terceiro colocado no ranking da ATP, Roger Federer derrotou o belga David Goffin por 2 sets a 1 na noite de sexta-feira. Com parciais de 6/3, 3/6 e 6/1, o tenista suíço conquistou uma vaga nas meias-finais  do ATP 500 da Basileia, na Suíça. O seu próximo adversário é o norte-americano Jack Sock.

Após a partida, ao ser questionado sobre o confronto, Federer comentou conhecer bem Goffin e, por isso, afirmou ter sido capaz de prever os seus movimentos em quadra. “Conheço David muito bem, apesar de só termos nos enfrentado três vezes”, disse. “Ele veio ao Dubai no ano passado e treinamos juntos. Sabia o que ele poderia fazer, então não fui surpreendido na sexta-feira”.

O suíço saiu à frente do placar durante a partida ao conseguir uma quebra no sexto game (4-2) e, na sequência, não deixou o rival devolver a conversão. O 3º do mundo conseguiu 57% de aproveitamento nos pontos conquistados durante o primeira parcial.

No segundo set, Goffin reagiu bem e fez uma quebra sobre Federer no quarto game – o suíço devolveu logo em seguida, mas, na sequência, viu o belga converter o serviço mais uma vez. Com dois pontos de vantagem, o 17º no ranking conseguiu segurar um bom rimo até fechar o resultado (6-3).

Disposto a avançar na competição, Federer mostrou o maior potencial ofensivo e não tomou conhecimento do adversário no terceiro e último set. Com uma quebra logo de início, no segundo game, o suíço conseguiu cinco aces e um aproveitamento de 67%. Ao quebrar mais um serviço, liquidou a parcial em 26 minutos por 6/1 e garantiu a vaga na decisão.

PORTUGUÊS

Entranto, o tenista português Gastão Elias assegurou também na sexta-feira o apuramento para as meias-finais do Challenger de Lima, no Peru, ao bater em dois sets o brasileiro Rogério Dutra Silva, com parciais de 7-6 (3) e 7-5. Diante do 124.º colocado do ranking ATP, Gastão evidenciou-se em grande plano, despachando o adversário com grande qualidade, pese embora a sua pior colocação na hierarquia Mundial (182.º).

 Na próxima fase, o tenista nacional terá pela frente o vencedor do duelo entre Guido Pella e Carlos Berlocq.