Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer nas "meias" sem jogar

15 de Junho, 2014

Tenista suíço nas meias-finais do Torneio de Halle sem entrar em campo por desistência do adversário

Fotografia: AFP

O suíço Roger Federer nem precisou de jogar para avançar para a  semifinal do ATP 250 de Halle, na Alemanha, o seu primeiro torneio preparatório para Wimbledon. Na sexta-feira, contou com W.O. do taiwanês Yen-Hsun Lu, seu adversário nos quartos de final, para se classificar para a fase seguinte do torneio.

Federer entrou em Halle como cabeça de chave 2, mas  converteu-se  no principal favorito com o afastamento precoce de Rafael Nadal. Na semifinal, o tenista suíço vai ter pela frente o japonês Kei Nishikori, que  despachou o norte-americano Steve Johnson por 2-0, com parciais de 6/1 e 7/6 (7-4).
Eles já se enfrentaram três vezes pelo circuito profissional, com surpreendente vantagem no historial para o japonês. Roger Federer venceu o duelo entre eles no ATP da Basileia de 2011, mas foi derrotado nos Masters 1000 de Madrid da temporada passada e de Miami deste ano.

Do outro lado da chave em Halle, o alemão Philipp Kohlschreiber derrotou o seu compatriota Dustin Brown, algoz de Rafael Nadal nos oitavos de final, por 2-1, com parciais de 6/4, 5/7 e 7/6 (18-16). O seu adversário na semifinal pode ser o colombiano Alejandro Falla, que passou pelo também alemão Peter Gojowczyk.

MOTIVADO
O tenista suíço Roger Federer não conquistou nenhum título na temporada de saibro em 2014,  no principal torneio de piso de terra batida, Roland Garros, caiu logo nos oitavos de final diante do letão Ernest Gulbis. Mesmo com os resultados negativos, o tenista está animado para a temporada de relva, onde M no ATP 250 de Halle, na Alemanha, a possibilidade de reencontrar o caminho dos títulos.

“Sei que já venci quase tudo, mas continuo fascinado pelo desporto e desejo  dedicar-me  diariamente para desafiar os melhores jogadores do mundo e também as jovens promessas”, disse o maior campeão de Grand Slams da história, com 17 no total.

Actual campeão do torneio, Federer planeia manter os seus domínios em solo alemão: “É muito bom voltar a Halle, onde tenho muitas boas recordações e vou defender o título”. A competição conta com outros grandes tenistas, como o número um do ranking da ATP, o espanhol Rafael Nadal, afastado de forma surpreendente, o canadense Milos Raonic (nono), o francês Richard Gasquet (14º) e o japonês Kei Nishikori (12º).

TÉNIS
Sérvia Ana Ivanovic
alcança quarta final


Ana Ivanovic, antiga número um mundial, está cada vez mais perto do regresso ao top 10 do ranking feminino. A sérvia de 26 anos qualificou-se sábado último para a final do torneio de Birmingham, ao bater a chinesa Shuai Zhang, número 36 WTA, por 6-2 e 6-2, num encontro totalmente dominado pela jogadora de Belgrado e concluído ao fim de 57 minutos.

Esta é já a quarta final da temporada para Ivanovic, mais do que qualquer outra tenista do circuito WTA. A sérvia está igualmente pela primeira vez numa final em relva, piso onde tem tido menos sucesso e vitórias ao longo da carreira.

Ana Ivanovic vai medir forças na partida de discussão de título com a vencedora da segunda meia-final, entre a australiana Casey Dellacqua e a checa Barbora Zahlavova Strycova.

Em caso de triunfo, Ivanovic  soma o seu terceiro título em 2014 (depois de Auckland e Monterrey), iguala a  Serena Williams e Maria Sharapova como as tenistas mais tituladas da temporada.