Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer vence Zverev em Melbourne

25 de Janeiro, 2017

Roger Federer só ficou fora da meia-final em Melbourne, uma vez em 2015

Fotografia: AFP

O suíço Roger Federer não abriu espaços para qualquer possibilidade de derrota, e alcançou a sua 13ª meia -final do Open da Austrália, nos últimos 14 anos. Com controlo total da partida, o ex -número um do mundo,  derrotou o alemão Mischa Zverev por três sets a zero, com parciais de 6/1, 7/5 e 6/2, em apenas uma hora e 32 minutos de partida.

Desde 2004, Roger Federer só ficou fora da meia-final em Melbourne, uma vez em 2015. Nesses 14 anos, conquistou por quatro vezes o título, o último em 2010. Aquela edição marcou também a última aparição do suíço numa final do torneio.

Em Grand Slams, Federer continua a caminhada em busca do seu primeiro título desde Wimbledon 2012, quando chegou ao recorde de 17 conquistas em torneios desta importância. O suíço iniciou a campanha como 17ª cabeça -de -série, por causa do seu afastamento do circuito no segundo semestre de 2016, pressionou Zverev desde o início.

O alemão eliminou o número um do mundo, Andy Murray,  nos oitavos -de -final, ontem equilibrou o jogo no segundo set.  Federer agora vai enfrentar o compatriota Stanislas Wawrinka, quarto cabeça -de -chave, que se classificou ao derrotar o francês Jo-Wilfried Tsonga em três sets, com parciais de 7/6 (7-2), 6/4 e 6/3.

Depois de um primeiro set equilibrado, Wawrinka  controlou os parciais seguintes, para vencer com tranquilidade em duas horas e 14 minutos. Campeão em 2014, o suíço busca o seu segundo título , em Melbourne.

"Não é fácil jogar contra ele, a quadra estava muito rápida e fazia muito vento. Fui mais agressivo desde o início", disse.
Stanislas Wawrinka disse ter sempre "grandes lembranças" do torneio pelo título obtido."Não me importa com quem, e quando jogo agora. Neste torneio há muitas mudanças de temperatura, humidade e velocidade das quadras são diferentes", completou.

SORVETE E CHOCOLATES

Após atropelar Tomas Berdych por três sets a zero, com parciais de 6/2, 6/4 e 6/4 em apenas 1h30min para a terceira ronda do Open da Austrália, perguntaram a Roger Federer sobre a  revelação da esposa de que tomou sorvete na noite anterior ao jogo, e contou que isso, é parte comum da sua rotina.

"Gosto do meu sorvete e do meu chocolate. Esta é a minha dieta, uma coisa do dia a dia. Gosto das minhas guloseimas, com certeza", disse o jogador com um sorriso."Não me sinto nem um pouco mal, quanto a isso. Sinto-me bem, por poder fazer isso (comer guloseimas) e jogar ténis ao mesmo tempo", completou.Aos 35 anos de idade, Federer tem 1,85 m de altura e pesa 85 quilos, segundo o seu perfil no site da ATP.