Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Felipe Nasr feliz com volta rápida

13 de Julho, 2016

Piloto brasileiro estabeleceu a volta mais rápida do Grande Prémio da Inglaterra

Fotografia: AFP

Quem observar só o resultado final avalia que Felipe Nasr fez uma corrida mediana para chegar em 15º lugar. O brasileiro da Sauber acredita que cumpriu bem o seu papel no GP da Inglaterra - e até teve um bónus que o surpreendeu em Silverstone.Isso, porque quando a pista ainda estava com trechos molhados e os pilotos tentavam entender onde era possível forçar mais, com os pneus de pista seca, Nasr marcou a melhor volta da prova.o

"Era daqueles momentos em que se sente a aderência da pista. Então, quando o engenheiro me disse que fiz a volta mais rápida, pensei 'uau'. Com um carro limitado, são esses momentos que contam", afirmou. Nasr largou em penúltimo, ganhou posições em dois momentos capitais na corrida, ao esperar o momento certo para colocar os intermediários, e os pneus de pista seca.

"Achei, que  pude extrair o máximo do carro mais uma vez, numa situação difícil. Principalmente, no início da corrida: na hora de mudar o pneu intermediário ou continuar em prova. Acho que foi ali, que eu ganhei as minhas posições. Depois também aproveitei o momento de trocar do intermediário para o slick, e até consegui passar a Williams, do Bottas, que para mim, é um carro mais rápido, fiquei um tempo na frente. Dali em diante, o ritmo ficou limitado em relação ao que o carro consegue fazer. O importante é que chegamos na frente da Renault, Haas e Manor. E é esse, o trabalho que eu tinha de fazer hoje."

Para as próximas etapas, a Sauber pode vir a ter sua primeira actualização da temporada, uma vez que a asa traseira que devia ser testada neste final de semana, não ficou pronta à tempo, para ser utilizada na corrida na Inglaterra. A equipa é a única que ainda não pontuou no campeonato.