Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FEQUANGOLA admitida na FEI

Paulo Caculo - 16 de Janeiro, 2015

Desporto hípico angolano ganha maior visibilidade com a integração nos quadros da federação internacional da modalidade

Fotografia: Eduardo Pedro



A Federação Equestre de Angola (FEQUANGOLA) realiza amanhã, às 10 horas, no anfiteatro da Galeria dos Desportos, sito na Cidadela Desportiva, uma conferência de imprensa de balanço da recente participação na Assembleia-Geral da Federação Internacional da modalidade (FEI), realizada em Baku, no Azerbaijão. 

O acto em que contará com a presença do vice-presidente da federação, Ginga Almeida e do secretário-geral, Paulo Alexandre, será aproveitado para o anúncio oficial da admissão da FEQUANGOLA a membro do grupo 9 da FEI, ao lado das federações do Quénia e da África do Sul, países que actualmente chefiam o agrupamento africano.

A integração da federação angolana na FEI marca a materialização de um sonho há muito perseguido pelos altos responsáveis do desporto hípico (cavalos), sobretudo pelas inúmeras oportunidades de competição internacional que pode proporcionar aos atletas nacionais. 

Para a admissão a membro, valeram os argumentos apresentados na assembleia pelos representantes da FEQUANGOLA. A constituição do grupo 9 da FEI é uma antevisão a fundação da Federação Africana de Desporto Equestre. Recorde-se, no entanto, que no ano passado Angola recebeu a visita de uma delegação da Argentina e outra da Federação Internacional Equestre, que estiveram a avaliar as condições do trabalho realizado pela Federação Angolana.

Na ocasião, os ilustres visitantes tomaram contacto com os projectos para exibição do primeiro Pólo no país e a criação da primeira equipa de Pólo em Angola.

A federação procura apoios para a construção de um hipódromo nacional e centros hípicos nas restantes províncias.

O órgão reitor da modalidade, tem como presidente da direcção José Alfredo “Ekuikui”, controla no país quatro mil cavalos.

O Centro Hípico da Funda, localizado na fazenda Gimunalu, é o primeiro clube da modalidade no país.  Além do Centro Hípico da Funda, existem outros no Kikuxi, Polícia Montada, em Luanda, e na província do Huambo.