Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fequangola reúne em Assembleia-Geral

Paulo Caculo - 14 de Outubro, 2016

FEQUANGOLA) realiza amanhã, sábado, às 10h00, no anfiteatro do Comando da Polícia Montada

Fotografia: Eduardo Pedro

A Federação Equestre de Angola (FEQUANGOLA) realiza amanhã, sábado, às 10h00, no anfiteatro do Comando da Polícia Montada, em Luanda, a Assembleia-Geral de apresentação do relatório e contas do mandato referente ao quadriénio 2012/2016.

Entre os vários pontos que dominam igualmente a agenda da reunião magna dos homens do hipismo, destaca-se a constituição da Comissão Eleitoral para a marcação das próximas eleições, tendo em vista o próximo ciclo olímpico (2016/2020), bem como a aprovação da proposta da nova designação da federação, actualmente dirigida pelo general José Alfredo Ekuikui, reeleito em 2012.

O hipismo em Angola é uma modalidade pioneira pois antes da Independência Nacional apenas existiam actividades desportivas no meio restrito dos militares portugueses mas nunca houve provas oficiais.

A Federação Equestre de Angola foi criada há três anos para a expansão da prática da equitação e todo o tipo de desportos hípicos. Tem três associados de Luanda e os filiados do Huambo e Huíla.

O Centro Hípico Gimunalu (Hípica da Funda) é um dos maiores do país com um picadeiro coberto, com uma área de 60X40 metros, um campo de obstáculos com 80x40, hipódromo com bancadas, escola de equitação, 42 boxes, casas de arreios, zona de banhos dos cavalos, vestiários, loja de equitação, bar, quartos de banho e zonas de passeio equestre.

Actividades recreativas com cavalos em Angola, antes da Independência Nacional, apenas eram conhecidas no Cunene.