Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fernando Alonso critica restries aos rdios

18 de Março, 2016

Os carros foram pista ontem no primeiro treino livre do GP da Austrlia

Fotografia: AFP

Em véspera da primeira etapa do campeonato de 2016 da Fórmula 1, Fernando Alonso criticou uma das mudanças do regulamento desportivo para esta temporada, que restringe a comunicação entre pilotos e equipas. Para o espanhol, a alteração, que visa aumentar a independência dos pilotos, terá o efeito contrário.

"Não acho que vai mudar muita coisa. Definitivamente, há um número limitado de coisas que você pode dizer ou ouvir no rádio. É estranha às vezes a direcção que estão a tomar em relação à comunicação na F-1, tentando restringi-la, o que provavelmente não é o caminho normal", disse o piloto da McLaren.

"Não acho que isso dará ao piloto mais poder ou influência na corrida em si por causa destas comunicações. Acho que a estratégia e a preparação para a corrida serão mais precisas e a disciplina que temos de ter no carro tem de ser muito maior."

Alonso explicou que, como a troca de ideias durante as provas será restrita, as estratégias acabarão por ser decididas previamente. "Vamos seguir mais ou menos uma certa abordagem, muito mais do que antes. Então, na verdade, acho que o piloto terá menos condições de decidir qualquer coisa. Antes tínhamos a possibilidade e instinto de sentir algo enquanto a corrida estava acontecer."

A novidade estreia neste final de semana, na abertura da temporada. Os carros foram à pista ontem, quinta-feira, no primeiro treino livre do GP da Austrália. O segundo treino livre tem lugar hoje eo terceiro treino amanhã, sendo que a corrida acontece domingo.

Sebastien Vettel vê Ferrari
como ameaça da Mercedes


Um bem humorado Sebastian Vettel iniciou os trabalhos da temporada de 2016 da Fórmula 1, em que a sua equipa, a Ferrari, procura ameaçar os favoritos da Mercedes. Na entrevista colectiva do GP da Austrália, que será realizado domingo, o alemão brincou sobre as diferenças em relação ao seu principal rival, Lewis Hamilton, e o apelido de "Margherita" que deu a seu novo carro.

Vettel reconheceu que não é tão ligado às mídias sociais quanto Hamilton - o alemão não tem qualquer presença oficial em plataformas como twitter ou Facebook, ao contrário do inglês - e disse que isso não vai mudar tão cedo.

"Não entendi totalmente essas tecnologias, talvez ele possa me dar umas aulas. Mas não estou realmente interessado. As coisas são assim. Algumas pessoas gostam de pizzas como margherita, e outros gostam de colocar mais coisa."

A brincadeira com o sabor de pizza é referência ao apelido de seu novo carro. No entanto, logo depois o alemão negou que o nome signifique uma comparação com o alimento. "Não tem nome de pizza. É só um nome. Acho que a primeira coisa que você pensa é em um nome, não uma pizza. E é uma bebida!"