Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fernando Alonso vence em casa

13 de Maio, 2013

Fernando Alonso chegou ao terceiro lugar do mundial

Fotografia: AFP

O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) venceu ontem o GP de Espanha, quinta etapa da temporada 2013 do Mundial de F1. Alonso quebrou o histórico das provas da Fórmula 1 no Autódromo de Barcelona com a conquista da prova, apesar de ter largado na quinta posição. O piloto da Ferrari fez uma prova praticamente sem erros e tornou-se apenas no segundo a vencer uma corrida no circuito sem largar da primeira fila. A primeira vez que tal facto ocorreu foi no GP da Espanha de 1996, quando Michael Schumacher largou em terceiro e venceu a prova.

Nas outras 21 edições do evento em Barcelona, o vencedor iniciou a corrida no primeiro ou no segundo lugar do grid. A segunda posição da corrida de Ontem foi do finlandês Kimi Raikkonen, que realizou uma paragem a menos que a maioria dos rivais. O brasileiro Felipe Massa largou em nono e ficou em terceiro, tendo subido ao pódio pela primeira vez nesta época. Sebastian Vettel, Mark Webber e Nico Rosberg completaram a lista dos seis primeiros classificados.

Com a vitória diante dos seus adeptos, Fernando Alonso chega a 72 pontos, na terceira posição, e aproxima-se da luta pelo título da prova, liderada por Sebastian Vettel. O alemão, com 89 pontos, tem apenas quatro de vantagem sobre Kimi Raikkonen, que soma 85. A próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 é o Grande Prémio de Mónaco, uma das provas mais tradicionais do automobilismo mundial, no dia 26 de Maio.

A prova
de Barcelona

Sebastian Vettel e Fernando Alonso fizeram grandes largadas no GP da Espanha. O alemão saltou para o segundo lugar, atrás apenas de Nico Rosberg, e o espanhol ganhou dois postos para assumir a terceira posição, deixando para trás Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton. Na luta pelo título, Rosberg e Vettel foram juntos às boxes, mas o piloto da Red Bull voltou à pista atrás do espanhol da Ferrari.

Alonso seguiu com ritmo forte e conseguiu a ultrapassagem sobre Rosberg na 13ª volta e precisou apenas de esperar o mexicano Esteban Gutiérrez ir às boxes para se tornar o primeiro classificado. Com uma corrida praticamente sem falhas, Alonso manteve tranquilidade na primeira posição e conservou a vantagem sobre o finlandês para receber a bandeira quadriculada e a alegria dos adeptos espanhóis em Barcelona.