Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ferrari com início encorajador na F1

05 de Maio, 2017

O exemplo mais óbvio é o do Grande Prémio do Canadá que obriga a uma deslocação intercontinental

Fotografia: AFP

A Ferrari classificou o início da temporada da Fórmula 1 como encorajador, após temporadas com resultados abaixo do esperado nas pistas.
 
\"A Escuderia Ferrari trabalhou muito para preparar-se para a temporada 2017 e os primeiros resultados são encorajadores: cinco pódios nas primeiras quatro competições, com duas corridas vencidas por Sebastian Vettel\", emitiu ontem em comunicado a empresa, quando anunciou resultados de crescimento da marca.
 
A temporada começou muito acirrada entre Ferrari e Mercedes neste ano, facto que não ocorria desde 2008, quando Kimi Raikkonen conquistou o último título de pilotos para a marca do cavalinho rampante. Como escuderia, a equipa de Maranello não ganha um Mundial de Construtores desde 2007. 

As duas tradicionais marcas das pistas tem duas vitórias cada: duas de Vettel, uma de Lewis Hamilton e uma de Valtteri Bottas e travam uma disputa ponto a ponto no Mundial de Construtores: são 136 pontos para os alemães e 135 para os italianos.

CALENDÁRIO
Os novos \"patrões\" da Fórmula 1 estão a trabalhar para organizar melhor o calendário de 2018, que terá, ao todo, 21 Grandes Prémios. Nas últimas temporadas, o calendário em constante expansão tem sido criticado pela distribuição das provas, muitas vezes distantes geograficamente. Mas agora os novos detentores dos direitos comerciais, a Liberty Media pretendem agrupar as provas por \"blocos geográficos\", de forma a facilitar as operações e baixar os custos do ponto de vista logístico.

\"A ideia é agrupar as corridas em função dos fusos horários em que se encontrem, para que faça mais sentido do lado da logística\", defendeu Chase Carey, o homem forte da Liberty Media. O exemplo mais óbvio é o do Grande Prémio do Canadá que obriga a uma deslocação intercontinental mal a temporada europeia arranocu, quando se podia juntar à “temporada” americana, entre Outubro e Novembro, quando se realizam nos Estados Unidos, México e Brasil.