Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ferrari revela nome do novo carro

27 de Janeiro, 2015

Estreia do modelo na pista é no mês de Fevereiro em Jerez na abertura dos testes de pré-temporada aguardado com espectativa

Fotografia: AFP

Com apresentação marcada para o próximo dia 30 de Janeiro, a Ferrari decidiu baptizar o seu novo carro de SF15-T. Bólido vai ser guiado por Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen e faz a estreia em 1 de Fevereiro no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.A Ferrari anunciou na manhã de ontem que o seu carro para a disputa da temporada 2015 do Mundial de F1 vai chamar-se SF15-T.O carro ainda não foi lançado. A apresentação oficial foi marcada pela equipa para o dia 30 de Janeiro. Enquanto isso, por meio de um site especial dedicado ao lançamento, continua a divulgar pequenas imagens do "Projeto 666", como o carro era chamado internamente.

A estreia do modelo na pista é no dia 1 de Fevereiro, em Jerez, na abertura dos testes de pré-temporada. O primeiro teste vai ser  conduzido pelo tetracampeão Sebastian Vettel, contratado no fim do ano passado para ocupar o lugar de Fernando Alonso.A Ferrari, ao contrário das outras equipas, que dão nomes em sequência aos seus carros, gosta de variar. Em 2009, por exemplo, baptizou o carro de F60, em referência aos 60 anos de participação na F1.

 Em 2011, correu com o Ferrari 150 Italia para marcar os 150 anos da unificação do seu país, após uma polémica com a Ford a fazer abandonar a ideia inicial, F150. No ano passado, com o início da era turbo, a equipa disputou o Mundial com a F14T.Apenas quarta colocada na F1 em 2014, a escuderia italiana espera que a SF15T consiga quebrar o jejum de vitórias que já dura quase dois anos. A equipa foi ao pódio só duas vezes no ano passado e não sabe o que é vencer desde o GP da Espanha de 2013, com Fernando Alonso.

Para tentar recuperar o caminho das vitórias, muitas mudanças internas foram promovidas nos últimos meses, em todos os níveis.Sergio Marchionne tomou o lugar de Luca di Montezemolo na presidência, Maurizio Arrivabene assumiu a chefia da equipa e gente como Pat Fry e Nikolas Tombazis, responsáveis pelo desenho dos carros nos últimos anos, foram demitidos.

O campeonato de 2015 da F1 vai começar no dia 15 de Março em Melbourne, na Austrália.Entretanto, a Ferrari propôs a introdução do motor V8 biturbo de mil cavalos para a temporada 2017, de acordo com a revista alemã. A Ferrari gostava de introduzir um motor V8 biturbo de mil cavalos, segundo a revista alemã  Auto Motor und Sport, com a Red Bull simpática à ideia. Para conter custos, o turbocompressor podia ser padronizado, mas a Mercedes opõe-se.

Nas reuniões realizadas pela FIA e as montadoras do Mundial de F1 para falar das unidades de força, durante o mês de Janeiro, a Ferrari propôs a introdução de um motor V8 biturbo, chegando aos mil cavalos de potência, na temporada 2017, prazo com o qual se trabalha para promover uma mudança no regulamento técnico da categoria. A informação é da revista alemã  Auto Motor und Sport.De acordo com a publicação, a equipa italiana sugeriu que a nova unidade de força tenha capacidade de 2,2 L e 17 mil rpm, sem o MGU-K, mas com Kers e turbocompressor padronizados para todas as equipas.

Tal fórmula também solucionava a questão do barulho dos carros, bastante impopular ao longo de 2014.Enquanto a Red Bull, parceira da Renault, acena com a possibilidade, a Mercedes é contrária, especialmente com relação ao último item. A marca defende que o turbocompressor seja construído pelas próprias montadoras, até porque possuem tecnologia suficiente para tal.A Honda, que entra na F1 neste ano, também está disposta a encarar uma mudança nas regras já dentro de um prazo de duas temporadas.

Confirmação
Bottas estreia carro


A Williams anunciou que o finlandês Valtteri Bottas vai ser o primeiro a andar com o novo carro da equipa, nos primeiros testes colectivos da pré-temporada da Fórmula Um, a partir do dia 1 de Fevereiro, em Jerez, na Espanha.Bottas, que foi o quarto colocado na temporada passada, andará nos dois primeiros dias, enquanto o brasileiro Felipe Massa assume o cockpit do FW37 nos dias 3 e 4 de Fevereiro.Assim, apenas no primeiro dia de actividades o Brasil não está representado na pista, pois Felipe Nasr, da Sauber, vai andar no segundo e terceiro dias do teste.Após Jerez, as equipas ainda vão fazer dois testes em Fevereiro, ambos em Barcelona.