Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FIA confirma mudanças

22 de Agosto, 2015

Mudanças operadas pela Federação foram recebidas de maneira diferente pelos pilotos que esperam mais emoções nas pistas

Fotografia: AFP

 A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) confirmou na quinta-feira mudanças nas regras de comunicação entre piloto e equipa na Fórmula 1. As novas normas têm como objectivo restringir a comunicação ao mínimo possível, com o propósito de fazer o piloto “dirigir o seu carro sozinho e sem ajuda”.

O artigo 20.1 dos regulamentos da categoria, que diz respeito às comunicações, tem agora 30 ocasiões especiais nas quais o contacto via rádio será permitido, dentre eles a “indicação de algum problema crítico no carro” e “informações sobre acções dos comissários (bandeira amarela, vermelha etc.)”.

O espanhol Fernando Alonso minimizou as mudanças, mas mostrou-se favorável em aprová-las. “Não farão grandes mudanças (as novas regras). Teremos que prestar atenção em algumas coisas que agora confiamos ao rádio. Não são grandes mudanças, mas são bem-vindas, só de nós pilotos termos mais a fazer no carro e nos sentirmos mais importantes”, avaliou.

Enquanto as novas regras foram aprovadas por Alonso, o mesmo não aconteceu com Sebastian Vettel. O alemão disse não entender o motivo das mudanças. “Realmente não entendi o que estamos a tentar atingir. Não acho que vá mudar muita coisa”, disse o piloto da Ferrari.

As novas normas já terão validade a partir deste fim de semana, no Grande Prémio de Spa-Francorchamps, na Bélgica, 11ª etapa do Mundial de F1. O inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, lidera a classificação com 202 pontos, seguido pelo seu companheiro de equipe Nico Rosberg, que soma 181. Ontem os carros entraramm na pista para os primeiros treinos livres.