Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Francesco Bagnaia impressiona nos testes oficiais

09 de Fevereiro, 2019

Fotografia: DR

A maior surpresa do último dia de testes oficiais de pré-temporada do MotoGP, no circuito de Sepang, veio de Itália, mais concretamente de Francesco Bagnaia.O actual campeão do mundo de Moto2, fechou o dia, curiosamente, na pista onde garantiu a conquista do seu título, com o segundo melhor tempo e a 63 milésimos de Danilo Petrucci, que foi o mais veloz. A isto, acresce o facto, de ser o terceiro dia consecutivo, o mais forte entre os estreantes na categoria máxima.
Não obstante estar aos comandos de uma Ducati Desmosedici GP18, factor que não impediu de bater Jack Miller, colega na Pramac Racing, e Andrea Dovizioso, que por sua vez têm em mãos o mais recente modelo da Desmosedici.
Apesar de estarmos, ainda, em pré-época, não deixam de ser interessantes os indicadores deixados por Francesco Bagnaia, que parece ter uma rápida adaptação à uma nova realidade. Vamos ver se tais indicadores são confirmados nos próximos testes, a realizar na pista de Losail, no Qatar. Tudo aponta para uma resposta positiva, até porque esse é um traçado cujo características assentam que nem uma luva a Ducati.

PETRUCCI RECORDISTA
LIDERA QUARTETO
DA DUCAT
I
Uma jornada, novamente marcada por tempos rápidos, em que nesta fase a Ducati tem quatro motos, nas quatro primeiras posições, na que é uma clara demonstração de força por parte do construtor italiano.
A folha de tempos é liderada por Danilo Petrucci, com o tempo de 1m58.239s, marca que é igualmente a mais rápida destes ensaios e que bate em mais de 0.8s, o recorde oficial da volta mais rápida de um protótipo de MotoGP em Sepang, que está nas mãos de Dani Pedrosa, desde 2015. Mesmo em relação ao tempo obtido ontem, por Maverick Viñales, Petrucci é mais veloz por mais de meio segundo.
Seguem-se as duas motos da Pramac, Francesco Bagnaia (melhor estreante) e Jack Miller, enquanto Andrea Dovizioso é  o quarto. O melhor dos ‘outros’,  não é Ducati, é Maverick Viñales em quinto lugar, enquanto Cal Crutchlow é o sexto e o último homem a rodar no segundo 58.