Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

"Fuga para a Resistência" corre hoje

Silova Cacuti - 04 de Fevereiro, 2016

Corredores do Petro de Luanda e do 1º de Agosto travam despique hoje na estrada que liga a cidade de Caxito à capital do país na segunda maior prova pedestre de Angola

Fotografia: Santos Pedro

Cerca de 500 corredores participam hoje, a partir das 8h00, na VI edição da meia-maratona Fuga para a Resistência, organizada pelo Governo Provincial do Bengo, no quadro dos festejos do 4 de Fevereiro, data que marca o início da luta armada de libertação nacional. O tiro de largada vai ser dado junto ao desvio da Barra do Dande,  no troço que liga a cidade de Caxito a Luanda, enquanto a meta vai ser defronte ao Cine Africampos, em Caxito.

A organização da prova confirmou a inscrição de alguns dos melhores fundistas da praça, cujo despique se espera renhido. Na última prova de fundo disputada no país, Francisco Caluvi levou à melhor e deixou para trás nomes sonantes como Tiago Baptista, Alexandre João, Rafael Epesse. Na corrida de hoje, as suas capacidades são postas em prova.

Sem contar com o surpreendente Simão Manuel, do 1º de Agosto, que venceu a V edição da mesma meia maratona no ano passado No sector feminino, Adelaide Machado que é a vencedora da última edição, e Ernestina Paulino, que ficou na segunda posição, têm os holofotes sobre si. Ernestina fechou o ano de 2015 no pódio angolano da São Silvestre de Luanda e anunciou o regresso às conquistas de provas de fundo.

A inscrição dos principais nomes do fundo angolano foi confirmada por Manuel Inglês, que responde pela base de dados da competição. A organização da prova alega a actual conjuntura económica como a base de retirada do prémio financeiro. Na edição passada, a prova ofereceu ao vencedor o prémio em kwanzas, equivalente a seis mil dólares  norte-americanos. Ao segundo classificado, atribuiu quatro mil, e ao terceiro, três mil dólares.

O figurino da competição prevê a meia maratona, de 21 km para atletas federados; a prova de 10 quilómetros para veteranos e populares; enquanto os atletas paralímpicos e da categoria juvenis correm três quilómetros.

A Fuga para a Resistência é a segunda maior competição do calendário da Federação Angolana de Atletismo, depois da corrida de Fim de Ano São Silvestre de Luanda. O evento visa também homenagear os antigos combatentes e veteranos da Pátria, bem como dinamizar e massificar o atletismo nas terras do Jacaré Bangão.

EM CAXITO
Huilanos estão ausentes da competição


 Os fundistas da província da Huíla são os grandes ausentes da VI edição da prova de estrada "Fuga para a Resistência”, que se disputa hoje na província do Bengo, e está enquadrada nos festejos dos 55 anos do início da luta armada. Os atletas anunciaram a desistência por falta de prémios pecuniários.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o coordenador técnico da Associação provincial da Huíla de Atletismo, Augusto Diogo "Seco", confirmou que os atletas locais custeiam habitualmente as deslocações para Bengo e a falta de incentivo financeiro nos prémios ditou a desistência. Para evitar gastos com a deslocação e alojamento, a comitiva huilana decidiu permanecer em casa.

 À poucos dias da prova, a organização anunciou que não vai haver prémios monetários, mas troféus e medalhas para os vencedores. “Os atletas da província da Huíla não vão estar presentes na prova do Bengo para evitar gastos financeiros, uma vez que cada fundista assume as suas despesas. Os atletas que representam as equipas de Luanda não beneficiam de qualquer ajuda do clube.

As direcções alegam que a prova atropela a preparação para o campeonato nacional de corta -mato", disse. A Huíla acolhe o maior pólo de desenvolvimento de atletismo no país. É detentora de três títulos consecutivos da "Fuga para a Resistência", na classe masculina, através de Joaquim Chamane, Luís Cuvingua, e Avelino Dumbo. Em feminino, Ernestina Paulino e Adelaide Machado venceram as duas últimas edições.

As terras altas da Chela também ostentam os títulos de vencedor da "Fuga para a Resistência" nas classes paralímpica e popular. Silvestre Ngula e Severino Calenga inscreveram os nomes na restrita lista de campeões.
GAUDÊNCIO HAMELAY - LUBANGO

4 DE FEVEREIRO
Lubango acolhe
prova de estrada


OA Associação Provincial de Atletismo da Huíla organizou para hoje a partir das 7h00 uma prova pedestre na distância de seis quilómetros, alusiva à efeméride que se assinala hoje em todo o país. Para celebrar os 55 anos do início da luta armada em Angola, foram inscritos para participar na prova mais de 90 atletas entre federados, populares, veteranos e crianças do processo de massificação.

O coordenador técnico da Associação de Atletismo da Huíla, Augusto Diogo “Seco”, disse que a prova é reservada aos atletas seniores e juniores (seis quilómetros), juvenis (quatro) e iniciados (dois).

Com o cancelamento da viagem das principais estrelas ao Bengo, a expectativa é grande na prova de seniores. O tiro de partida e a chegada acontecem defronte ao Comité Provincial do Partido MPLA, com passagens em diferentes ruas da cidade de Lubango.
 GAUDÊNCIO HAMELAY - LUBANGO