Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fula lidera Shotokan na Hula

Gaudncio Hamelay | no Lubango - 24 de Dezembro, 2018

Fula Florentino congrega a nova direco

Fotografia: JUSELINO ANTNIO |EDIES NOVEMBRO

A irmandade é a nova marca que pinta o karaté-Dó em terras altas da Chela. Depois de muito tempo desavindos, os agentes dessa arte marcial juntaram-se no sábado, no pavilhão de Nossa Senhora do Monte, no Lubango, para celebrar o fim dos desacatos e desentendimentos. Em ambiente de cavaqueira, testemunharam a tomada de posse do corpo directivo da Associação Provincial de Karaté-Dó Shotokan da Huila. O evento encerrou as actividades de 2018.
Depois de empossado, o presidente de direcção, Fula Florentino, valorizou as vantagens da união da família de karaté.
\"Conseguimos unir a família de karaté. Agora, estamos juntos para trabalhar em prol do desenvolvimento da modalidade na província. O ano de 2019 é de consolidar as ideias e projectos que temos em carteira\", disse.
Graduado em cinturão negro 2ºDAN JKA, Fula Florentino reiterou que não se pode desperdiçar a unidade da família em favor de interesses pessoais. O evento, que se assistiu, resultou de muito diálogo e trabalho.
\"Andámos em diferentes municípios a passar a palavra, conversar com os praticantes e incentivar a trabalhar. No Lubango, estávamos preocupados com a organização\", revelou.
O novo presidente destacou a \"vontade e a força\" dos atletas, mesmo \"sem condições de trabalho, recintos de treino inapropriados e a falta de material, como quimones e protectores\".
Em 2018, Fula disse que cada atleta se sacrificou para treinar. O equipamento desportivo foi um \"caso sério\" por falta de lojas no mercado local. Em 2019, promete incentivar os empresários a investir em material desportivo.
\"O nosso equipamento não é só os quimones. Temos também protectores, entre outros. Precisamos com urgência desses materiais, pois, não há na nossa província\", disse.
O novo elenco da Associação conta com 16 membros. David Luís é o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Fula Nza-Mpasi é o vice -presidente e João Baptista Missael, secretário.
Na direcção, Fula Florentino é presidente e tem como vice-presidente para área de Administração e Finanças, Alexandre Lopes Camela Lissimo. O secretário-geral é Mário Fernando da Silva.
José António Kayove lidera o Conselho Fiscal. O coordenador - adjunto é Eduardo Benvindo Chilundo. António Alcides Java é o secretário.
O Conselho Disciplinar é coordenado por Manuel Santiago. O coordenador -adjunto é João Alfredo e secretário, Século Canhama.
José Albino Domingos é coordenador da Comissão Jurisdicional, coadjuvado por António João. Marcelino Bacia é o secretário.

ESTATÍSTICA
Meio milhar
de praticantes
estão inscritos


O karaté dó shotokan na província da Huíla é praticado por 566 atletas em 11 municípios, anunciou o novo presidente de direcção da Associação provincial, Fula Florentino. A cifra satisfaz os intentos da instituição.
Do lote de praticantes, 31 estão graduados com cinturão preto, dos quais seis do 2º DAN e 25 do 1º DAN. Dos últimos graduados, sete residem em diferentes municípios. Os treinadores são avaliados anualmente, segundo Fula Florentino.
"Temos o cuidado de trabalhar em todas as academias para dar a superação técnica. As pessoas estão dotadas de conhecimentos de karaté e tecnicamente estão habilitados para levar avante a arte marcial", disse.
No Lubango, a Academia Escorpiões está subdividida em seis escolas: Mapunda (12 atletas e um mestre de cinturão negro), TPA (22 atletas e um mestre de cinturão negro), Tundavala (28 atletas e um mestre cinturão negro), Cristo Rei (15 praticantes e um mestre cinturão negro), Nambambe (15 atletas e um mestre cinturão negro) e Comuna da Arimba (oito atletas).
No município de Quilengues, 25 atletas e um mestre de cinturão negro estão inscritos na Associação.