Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fundistas do Benfica Petrleos dominam provincial de corta-mato

Gaudncio Hamelay - Lubango - 22 de Outubro, 2018

Benfica Petrleos do Lubango venceu a prova de 2 kms em masculino

Fotografia: Jornal dos Desportos

A primeira jornada do campeonato provincial de atletismo, em corta- mato, que se disputou no sábado, nos arredores da Casa da Juventude, na comuna da Palanca, província da Huíla, foi dominada pelos corredores do Benfica Petróleos do Lubango, nos escalões de infantis, iniciados e juvenis, em ambos os sexos. 
Desta feita, na distância de 1.000 metros, em masculino, a vitória sorriu a Agnêlo Lopes, do Benfica Petroleos do Lubango, com o registo de três minutos e 07 segundos, secundado pelo colega de equipa, Edmilson Tchicule, com a marca de três minutos e 10 segundos.
 Francisco Huambo, também do Benfica Petróleos do Lubango, ocupou a terceira posição com 3 minutos e 13 segundos. Em feminino, a proeza voltou a sorrir às corredoras do Benfica Petróleos do Lubango, com Ruth Kuliquita, a cortar a meta em primeiro lugar, com o tempo de 3 minutos e 32 segundos. Nas posições seguintes ficaram as companheiras, Joaquina Mário e Isabel Guardada, ao fixarem a distância em 4:09 e 4:20, respectivamente.
Avelino Dalton, do Benfica Petróleos do Lubango venceu a prova de 2 kms em masculino, com 6 minutos e 45 segundos, seguido por Luciano Diogo (6:56 segundos) e Domingos Mandandi (7:06 segundos), ambos do Clube Ferroviário da Huila. No sector feminino, a atleta Damila Mandanji (Ferroviário da Huila) triunfou com o registo de 8 minutos e 12 segundos, enquanto que Inácia Kapoco, do Benfica Petróleos do Lubango, contentou-se com a segunda posição, com a marca de 8 minutos e 53 segundos. A atleta Cristina Macuva, do Desportivo da Saúde, quedou-se em terceiro lugar, com 9 minutos e 47 segundos.
O pódio para os 3 kms juvenis, masculino, recaiu em Zeferino Farias, da Assessoria Manuel Jamba Sport, ao totalizar 10 minutos e 08 segundos. José Pequenino (Benfica Petróleos do Lubango) ficou em segundo lugar, com 10 minutos e 22 segundos. Teresa Elias (Desportivo da Saúde) triunfou na classe feminina, com o tempo de 12 minutos e 30 segundos, relegou para o segundo posto, a atletas do Interclube da Huíla, Feliciana Cruzeiro, com 12 minutos e 47 segundos.   
Na categoria de juniores masculino, a vitória coube ao fundista do Interclube de Luanda, Emílio Katciunha, que correu a distância de 4 kms em 13 minutos e 10 segundos, seguido por Alexandrino dos Santos (Ferroviário da Huila), com 13 minutos e 15 segundos. O fundista Augusto Capenda (Petro de Luanda) saiu em terceiro lugar com o registo de 13 minutos e 34 segundos.
A corredora do Desportivo da Saúde, Francisca Walende, venceu na prova feminina a correr a 4 kms em 15 minutos e 30 segundos. Antónia Bali (1º de Agosto), ocupou a segunda posição com 22 minutos e 20 segundos, seguida por Arminda Kapoco (Benfica Petróleos do Lubango), ao cronometrar o tempo de 22 minutos e 50 segundos.
 Francisco Caluvi, do Interclube de Luanda, venceu em masculino, na distância de 5 kms, com a marca de 15 minutos e 50 segundos. Nos lugares imediatos quedaram-se seus colegas de equipa, David Elias (16:10 segundos) e Luís Kuvingua (16:15 segundos). Enquanto na classe feminina, sagrou-se vencedora, Alda Paulo, ao percorrer a distância de 4 kms em 16 minutos e 34 segundos.

Reconhecimento
Primeira  jornada
ultrapassa  expectativas

O coordenador da comissão técnica provincial, Augusto Diogo “Seco”, considerou a primeira jornada do campeonato local de atletismo, em corta- mato, positiva, por ter ultrapassado às expectativas dos treinadores, em terno das performances, entrega dos atletas e resultados.
“Para dizer, que a primeira jornada foi dominada pelos atletas do Benfica Petróleos do Lubango, uma coisa que não se verificava há já bom tempo. Estávamos habituados a ver o Inter da Huíla, Assessoria Manuel Jamba Sport ou Clube Desportivo da Huíla a vencerem. Nesta jornada, que se disputou no sábado, foi ao contrário, registou-se o domínio imposto pelos corredores do Benfica Petróleos do Lubango”, reconheceu.
Augusto Diogo “Seco” destacou, que quando se verifica competitividade, internamente, é bom porque permite que os outros clubes trabalhem mais, já que estavam a dormir à sombra da bananeira, como se diz na gíria, foram apanhados desprevenidos pelos atletas do Benfica do Lubango, nesta jornada.
 “Espero, que a segunda jornada marcada para o dia 3 de Novembro, seja ainda melhor, tanto faz em termos de resultados como com presenças de atletas. Se nesta jornada estiveram presentes 124 atletas, em representação de seis clubes da Huíla, (Desportivo da Saúde, Ferroviário da Huíla, Benfica Petróleos do Lubango, Inter Clube da Huíla, Assessoria Manuel Jamba Sport e Clube Desportivo da Huíla) e 3 de Luanda (Interclube, Petro e 1º de Agosto), então, espero que na próxima venham subir e ultrapassar os 150 , esta é a meta que a Associação projectou”, augurou.
Fundamentou, que na qualidade de coordenador da comissão técnica provincial, espera que em cada jornada o número aumente, pelo facto dos clubes estarem empenhados na luta pela massificação do atletismo.
 “Queremos tirar a modalidade dos níveis baixos, em que se encontra há três anos para cá, e voltar a colocar no patamar nacional e internacional ,que em tempos idos fomos, mesmo a saber das dificuldades que os clube têm, em representações nas provas nacionais realizadas fora da província, sobretudo, no transporte”, apontou.
Augusto Diogo “Seco” acredita, que o novo governador provincial, Luís da Fonseca Nunes, com o qual a Associação prevê nos próximos dias marcar um encontro,  para expôr os problemas e dificuldades que o atletismo vive, o desporto localmente pode conhecer outra dinâmica.
 “Nesse encontro, com o Governador Provincial, queremos pedir para ver se o governo  ajuda a modalidade, em termos de transporte dos atletas, quando vão às competições nacionais”, citou.
Competiram na jornada do campeonato provincial de atletismo, em corta-mato ,124 atletas em representação do Desportivo da Saúde, Ferroviário da Huíla, Benfica Petróleos do Lubango, Inter clube da Huíla, Assessoria Manuel Jamba Sport, Clube Desportivo da Huíla, Interclube de Luanda, Petro de Luanda e 1º de Agosto.