Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fundo de apoio ao desporto est disponvel no Lubango

11 de Fevereiro, 2014

A iniciativa foi uma vitria de 2014 para todos os que se dedicam ao trabalho do desporto, das organizaes juvenis e culturais

Fotografia: Jos Soares

O fundo de apoio ao desenvolvimento do desporto está disponível na província da Huila para todos os agentes que se pretendam massificar as diferentes modalidades. A instituição criada pelo governo da província da Huíla vai financiar projectos no presente ano económico e tem uma relação público-privada. A revelação é do director provincial da Juventude e Desportos, Francisco Barros.

O responsável esclareceu que os regulamentos  vão nortear a gestão do fundo de apoio ao desenvolvimento do desporto estão a merecer contribuições dos especialistas e nos próximos dias vão ser dados a conhecer ao público. O valor financeiro disponível não foi revelado. “O Estado continua a dar apoio ao desenvolvimento desportivo, mas  vai buscar alguns apoios às empresas privadas para o fortalecimento da acção desportiva na província”, disse o director.

Francisco Barros sublinhou que com a aprovação do projecto, em reunião do governo provincial com o Conselho de Auscultação Social realizada, recentemente, o trabalho das Associações desportivas, com destaque dos clubes que apostam nas camadas de formação, vai ser estimulado. O dirigente ressaltou que as equipas de formação participantes nos campeonatos nacionais e o desporto de recreação vão ser mais fortalecidos.

Francisco Barros considerou o projecto elaborado pela direcção da Juventude e Desportos da Huíla como uma mais-valia no processo de massificação e desenvolvimento das actividades juvenis e culturais. “A iniciativa foi uma vitória de 2014 para todos os  que se dedicam ao trabalho do desporto, das organizações juvenis e culturais para que realmente possam realizar de forma periódica, sem muitos constrangimentos, na concretização das actividades ligadas a esses sectores”, realçou. 
GAUDÊNCIO HAMELAY- LUBANGO