Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Gasol carrega Espanha à final do Eurobasket

19 de Setembro, 2015

Espanha na final do Eurobasket graças à actuação de Gasol que marcou metade dos pontos

Fotografia: AFP

A Espanha qualificou-se esta quinta-feira, para mais uma final do Europeu de basquetebol, ao superar no prolongamento a grande rival França, por 80-75, em meia-final marcada pela exibição épica de Pau Gasol, autor de metade dos pontos (40) dos espanhóis.

Um ano depois da eliminação nos quartos de final, do Mundial disputado em casa perante a França, a vingança espanhola serviu-se bem quente no Pavilhão Pierre Mauroy, em Lille, perante cerca de 27 mil fãs, a esmagadora maioria franceses.

Foi um grande duelo de basquetebol, extremamente equilibrado e que atingiu o final dos 40 minutos com uma igualdade de 66 pontos. Pau Gasol acabou por decidir a contenda, ao somar 40 pontos e 11 ressaltos. E ainda anotou oito pontos consecutivos nos últimos dois minutos do prolongamento.

Ao chegar à final, a Espanha  assegurou a presença nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.  A Sérvia e a Lituânia decidem na sexta-feira quem vai ser o outro finalista.

Entretanto, ao vencer a Letónia por 97-90, a Grécia vai defrontar a Itália - que venceu a República Checa por 85-70 - na luta pela conquista dos quinto e sexto lugares, posições que garantem, desde já, presença no torneio pré-olímpico que se realiza a partir de Junho de 2016.

No embate com os letões, os gregos passaram grande parte do jogo a correr atrás do prejuízo, só partiram para o triunfo no quarto período, no momento em que somaram parcial de 37-29. O poste grego Boroussis, com 20 pontos e seis ressaltos, foi o elemento mais valioso da partida.

No duelo entre a Itália e a República Checa imperou a lei do mais forte. Os italianos foram claramente superiores, com o protagonismo a ser repartido por vários basquetebolistas, casos de Bargnani (21 pontos), Gallinari (18 pontos e oito ressaltos), Belinelli (12 pontos, sete ressaltos e quatro assistências) e Gentille (15 pontos e quatro assistências).

RECORDE
O jogo entre  Espanha e  França, a contar para a meias-finais do Campeonato Europeu de basquetebol França2015, que se realizou na quinta-feira, tornou-se com 26.922 pessoas, no encontro com maior assistência de sempre na Europa.

A partida opôs a Espanha, terceira classificada do último EuroBasket, a França que é anfitriã da prova e actual campeã europeia, terminou com a vitória dos espanhóis por 80-75 e superou o recorde de assistência, fixado nos 26.135 espectadores.

O anterior recorde  foi fixado neste mesmo Europeu, na partida que opôs a França à selecção da Turquia, a contar para os oitavos de final da competição.

O recorde europeu mantém-se ainda muito distante, do actual recorde mundial, batido em 2010 na partida de estrelas da NBA realizada em Dallas, nos Estados Unidos, contou com a presença de 108.713 espectadores.

NBA
Kobe Bryant
está de regresso


Após passar por uma grave lesão na última temporada, Kobe Bryant, está de volta às actividades com o Los Angeles Lakers.
Na passada quinta-feira, o jogador foi libertado pelo departamento médico da franquia da Califórnia e fica disponível para participar nos treinos do elenco, que começam dentro de duas semanas.
-
Conforme apurou o site norte-americano Bleacher Report, Kobe não tem mais nenhum problema, que o possa impedir de jogar na próxima temporada. O jogador recuperou-se  totalmente da cirurgia no ombro direito. No último campeonato, o atleta dos Lakers só esteve presente em 35 jogos.

Há três semanas, Kobe já se preparava para o retorno. O norte-americano esteve presente numa das quadras de treino dos Lakers e publicou uma foto no seu Instagram, em que aguardava pelo regresso às quadras de basquetebol.

Muito se especula que esta temporada será a última da carreira de Bryant. Com 37 anos, Kobe foi a 13ª escolha do Draft de 1996, onde foi contratado pelos Lakers, única franquia que defendeu em toda sua carreira. Pelos californianos, o jogador conquistou cinco títulos da NBA.