Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Geovana Pinto Leite oferece material

Helder Jeremias - 06 de Abril, 2019

Material vai minimizar carncia a atletas que auguram carreira promissora

Fotografia: Dombele Bernardo

Os tenistas benguelenses, das categorias de formação, receberam uma lufada de oxigénio, com a oferta de um leque de material desportivo efectuada pela antiga miss provincial e angolana, Geovana Pinto Leite, no âmbito das campanhas de massificação levadas a cabo pela actual direcção do clube de ténis local.

A informação foi avançada ao Jornal dos Desportos,  pelo presidente do clube em referência, Duda Fortunato, ao dar conta que o material é constituído por uma centena de raquetes, bolas e cordas que vão ser utilizadas para alargar o número de crianças que aspiram por uma carreira desportiva de sucesso.

De acordo com Duda Fortunato, a antiga miss Benguela garantiu utilizar a sua influência, no sentido de angariar meios que traduzam a subida de nível dos atletas benguelenses nas mais variadas modalidades, o ténis é a primeira privilegiada pelo facto de estar refém de escassez de equipamento desportivo e quadra .

O dirigente informou, que o clube que dirige está solidário com outras instituições que pugnam pelo desenvolvimento da modalidade de raquetes, numa altura que a província conta só com dois clubes que desenvolvem esse desportos, Clube Bananeiras de Cavaco e o Clube de Benguela.

Com pouco mais de 100 crianças, dos dois sexos, inscritas no clube, o material permite que essas façam uso de uma raquete por atleta e evite o célere desgaste, pouco pode ser feito para aumentar as horas de treinos dos atletas, porque a quadra deve ser utilizada de forma racional a que todas façam uso.

Duda Fortunato reiterou o engajamento do seu pelouro, na luta pela construção de novas quadras, na cidade das acácias rubras, algo que só pode ser materializado através de parcerias público privadas, em função das dificuldades financeiras que o país ainda enfrenta, há cerca de quatro anos.

A falta de competições de âmbito nacional, na opinião de Duda Fortunato, também se elenca em factores que afectam de forma negativa o desenvolvimento do desporto nas terras de Ombaka, motivo pelo qual apela à actual direcção do órgão gestor da modalidade, a nível nacional, na procura de soluções plausíveis para preencher tal lacuna.

"Estamos todos muito satisfeitos com a oferta de material levada a cabo pela ex -miss Benguela e de Angola, Geovano Pinto Leite, porque permite-nos saber que existem franjas da sociedade sensíveis, para com as dificuldades que o desporto está a atravessar, sobretudo nos últimos tempos, face ao actual momento financeiro. Gostavamos que outras pessoas seguissem o seu exemplo", augurou Duda Fortunato.