Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Gilda comanda rplica campe

03 de Julho, 2018

Gilda foi a melhor marcadora do jogo diante da Dinamarca

Fotografia: Dr

Com 14 golos apontados, melhor marcadora da prova ao final da primeira ronda, a jovem Helena Paulo \"Gilda\", central da Selecção Nacional júnior feminina, comandou a reacção da equipa nacional no jogo diante da actual campeã, a Dinamarca, para a jornada de abertura do grupo preliminar C, do Campeonato Mundial que decorre na Hungria, desde domingo último. A Selecção Nacional perdeu por 25-20 em partida disputada no Hodos Hall de debrecen.
Gilda não foi apenas a unidade mais actuante de Angola. Foi a atleta mais produtiva do jogo à frente da dinamarquesa Emma Friis, que apontou sete golos. A canhota iniciou-se na prática da modalidade em 2010, com 12 anos, no núcleo do 1º de Agosto ao RI 20.
A mãe da atleta do 1º de Agosto, Antónia Simão, não ficou indiferente à exibição da filha. Apesar de ter praticado andebol por pouco tempo (ainda guarda memórias do seu treinador Edgar Neto), Antónia Simão refere que a jogadora foi aprender o andebol de iniciativa própria e sem a influência da família, onde é a única praticante.
\"Sinto-me muito feliz pelo trabalho que está a apresentar ao país. Só tenho de agradecer aos treinadores Mascote e Shuma, que têm trabalhado com ela. Faço votos que a selecção obtenha bons resultados e vá para frente nessa competição\", disse.
À entrada deste Mundial, Gilda tinha registo de 80 golos em 24 jogos pelas distintas selecções nacionais.
A Selecção Nacional júnior feminina tem nove conquistas continentais, começou a jogar Mundiais  em 1995 e está a fazer a sua 12ª participação. Na Hungria, busca a melhoria do 14º lugar obtido em 2016 na Rússia.
Angola está inserida no grupo C, em que estão representados quatro continentes, através da Dinamarca, Holanda, Japão, Paraguai e Roménia. Hungria, Noruega, Montenegro, Brasil, Portugal e Costa do Marfim jogam no grupo A. A Rússia, Coreia do Sul, Eslovénia, China, Chile e Islândia formam o grupo B, ao passo que a França, Alemanha, Espanha, Croácia, Egipto e Suécia integram o grupo D.
Amanhã, a selecção nacional defronta a Holanda, às 20h00, em partida referente à segunda jornada. A Holanda, sexta classificada do último campeonato europeu faz a sua 12ª participação e vem ao jogo com algum favoritismo propiciado pelo melhor ambiente para a modalidade que a Europa lhe oferece comparada com a selecção nacional.
Depois, Angola vai jogar com Japão, Paraguai e Roménia para fechar a primeira fase.
O seleccionador nacional, Edgar Neto, tem ao seu dispor as atletas Eliane Paulo, Aminata Kanka, Audília Carlos (Guarda-redes), Beatriz Masseu, Morança Francisco, Celma Mário, Stélvia Pascoal (Lateral esquerda), Luzia Kiala (Lateral Direita), Helena Paulo, Chélcia Gabriel, Vera Ngonga (Centrais), Giza Marques, Patrícia Neto, Mornesa Tenda (Pontas esquerda), Mafuta Pedro, Emingarda Ferreira (Pontas direita), Ruth João, Estefânia Venâncio e Ilódia Joaquim (Pivots).