Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ginástica marca festas da cidade

Sérgio V. Dias - 08 de Janeiro, 2014

Ginástica rítmica no Bié pode entrar no calendário de provas oficiais brevemente

Fotografia: Jornal dos Desportos

As festividades do 88º aniversário da elevação do Cuito à categoria de cidade, assinalados a 31 de Agosto de 2013, foram marcadas por várias actividades de carácter músico-cultural e desportivo, com realce particularmente para a ginástica rítmica.

De acordo com  o administrador municipal, Avis Agostinho Vieira disse, que  algumas provas realizadas neste período festivo da antiga cidade de Silva Porto podem entrar  no calendário oficial das várias federações desportivas do país.

Entre as competições que devem entrar no calendário nacional constam a de atletismo, denominada «Cidade Invicta», e a do circuito de motocross, que em 2013 realizou-se a título experimental e não contou com  qualquer piloto do Bié, conforme pronunciamento do administrador do Cuito.

O torneio de basquetebol, ainda  de acordo com Avis Agostinho Vieira, também pode entrar nesse leque desse opções, assim como a ginástica rítmica, em que o Bié tem tradição a nível nacional, como referiu no contacto mantido com o JD.  No circuito motorizado de 600cc, realizado  no dia 18 de Agosto, foi vencedor o piloto da província de Benguela, Milton Oliveira.

Na prova de atletismo, de 10 quilómetros de estrada  visou saudar os 88 anos da elevação do Cuito à categoria de cidade, em que saiu  vencedor o atleta do Interclube Alexandre João, ao passo que Severina Chicondo arrebatou o troféu na classe feminina.

A prova denominada «Cidade Invicta» viu  brilhar o atleta Alberto Lussassi na classe masculina dos paralímpicos, enquanto Anita Ngueve, em representação do Huambo, fez a diferença na classe de senhoras.   Durante a disputa da prova realizada a 15 de Agosto, a organização decidiu  também distinguir o veterano Tiago Chingui, como o  atleta mais velho a competir e o jovem Arão Lucas,  o mais novo.

Face a competitividade  a nível do atletismo bieno, o administrador Avis Agostinho deixou  a promessa de trabalhar  no sentido «de inscrever essa prova anual no programa da Federação Angolana de Atletismo».
S.V.D