Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Gous regressa a casa com primeira vitória

H?lder Jeremias - 29 de Março, 2017

Nos 450cc (moto 4), o piloto do Team VD Comercial, Bruno Ferreira, foi o mais rápido, em frente de Edson Sebastião

Fotografia: Jornal dos Desportos

O campeão namibiano da categoria 250cc, Ruhan Gous, deixou segunda-feira o país, com destino a Namíbia, depois de vencer, ao serviço do Team Dinamith, a jornada inaugural do campeonato Provincial de Motocross de Luanda, disputada domingo último, no circuito internacional Jorge Varela, em que bateu na concorrência o piloto ao serviço do Team Orbel, Zé Cazenga, o o corredor da Transchipita, Fernando Baptista.

Com um exibição ao mais alto nível, Ruhan Gous não teve muitas dificuldades em vencer as duas mangas da prova, tendo completado o total de 20 pontos, muito embora o seu principal adversário, Zé Cazenga, detentor do título provincial, mantivesse um andamento que não permitisse qualquer vacilo por parte da coqueluche namibiana, tendo somado 34 pontos, em função dos dois segundo lugares.

O certame ficou ainda marcado pelo estrondoso regresso do piloto angolano, Fernando Baptista, que, após vários anos a residir na África do Sul, estreou-se com uma performance de encher os olhos ao serviço do Team Transchipita, relegando para posições subalternas o vice -campeão provincial, Augusto Congo \"Agugu\" e o namibiano ao serviço do Team Dinamith, Karl Henz.  

Na sua segunda presença em Angola, Ruhan Gous esteve acompanhado do seu compatriota, Karl Hanz, piloto com créditos firmados na classe dos 150cc, mas o último preferiu competir nos 250cc, em função da fraca competitividade que constatou entre os pilotos nacionais da sua categoria habitual, ao contrário do maior ímpeto com que tem se defrontado na classe júnior do campeonato namibiano.

Apesar de competir diante de pilotos acostumados com a potência de motorizadas 250cc, Karl Nanz evidenciou muita perícia com a sua forma peculiar de abordar as curvas e saltos acrobáticos que levaram o público ao delírio, tendo se superiorizados diante de pilotos com elevado traquejo, tais como Jandir Talaia, Branquinho Pina, Flávio Joaquin, Etelvino Sebastião, Alfredo Chilola e Irecelmo José.

Em declarações ao Jornal dos Desporto, momentos antes de embarcarem para Windoeck, Ruhan Gous e Karl Hanz disseram que estavam muito felizes pela brilhante experiência ao longo dos três dias que permaneceram na capital do país, tendo assegurado o regresso de ambos no próximo mês de Abril, para a disputa da segunda jornada do Provincial.

Do dizer de Ruham Gous, os pilotos angolanos estão são dotados de grandes potencialidade para competir de igual para igual com os demais concorrentes do continente africano, muito embora algumas limitações nos seus equipamentos e intensidade das competições com que se deparam, pelo que não tem dúvidas que \"o motocross angolano está no bom caminho\".

\"O sentimento é de grande alegria por termos participado numa prova de grande nível ao lodo dos nossos companheiros angolanos. Tivemos as condições necessárias para fazermos a prova de estreia e temos a certeza de voltar em Abril para a segunda Jornada\", garantira os pilotos.

Na categoria dos 150cc, a vitória foi conquistada pelo piloto do Team Fecha Motor, Humba carlos, seguido de Osvalgo lemos do racing Team e Orlando Ribeiro, ao serviço do Team RV Transportes.  Cacau Talaia, piloto da Moto Sevice, ocupou a quarta posição, em frente de Augusto Carvalho, da Rv Transportes, ao passo que Herculano Chilomba foi o terceiro colocado, tendo ainda perfilado António Silva, Noemío Almeida, Tiago Santiago e José Costa.

Nos 450cc (moto 4),  o piloto do Team VD Comercial, Bruno Ferreira, foi o mais rápido, em frente de Edson Sebastião, Team Cazenga, Helder Gonçalves VD Cormercial e Edson Miranda \"Roquinho\", Team Orbel.                           
HJ