Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Governo assume pavilhão

06 de Agosto, 2015

Pavilhão Palanca Negra acolhe a Supertaça de Basquetebol Petro de Luanda - 1º de Agosto

Fotografia: Jornal dos Desportos

O pavilhão Palanca Negra Gigante construído em 2013, no bairro da Vanvoala, na cidade de Malanje, foi entregue oficialmente ao governo provincial, na terça-feira, pela empresa angolana construtora do imóvel, Omatapalo. Construído para acolher a Taça Internacional Zé Dú, em hóquei em patins, o pavilhão acomoda 12 mil pessoas.

O governo provincial firmou um contrato com a Omatapalo, na qual a empresa podia gerir o recinto durante dois anos, período que serviu para formação de jovens locais para a continuidade da gestão do pavilhão.

Na ocasião de entrega, o director provincial da Juventude e Desportos, Caetano da Rita Tinta, disse, que o governo local está a manter contactos com instituições especializadas em gestão de infra-estruturas desportivas, com vista a apoiar a direcção  na gestão do imóvel.

Caetano Tinta referiu, que a direcção provincial da Juventude e Desportos, vai trabalhar com as Associações desportivas e clubes, no sentido de criar um calendário de uso do recinto e igualmente para os treinos dos clubes.

Com uma capacidade para acolher três mil espectadores, o pavilhão Palanca Negra Gigante foi inaugurado a 12 de Agosto de 2013 pelo vice-presidente da Republica,  Manuel Domingos Vicente.

UÍGE REABILITA
INFRA-ESTRUTURAS

A reabilitação de infra-estruturas desportivas, é a prioridade do novo presidente de direcção do Futebol Clube do Uíge (FCU), Pedro Kiamesso, durante o mandato que começou a 1 de Agosto.

Eleito em Assembleia Geral extraordinária, Pedro Kiamesso, augura colocar o clube na ribalta do desporto nacional e o programa de trabalho estabelece a reabilitação do campo de futebol, do pavilhão gimnodesportivo e da sede social como as primeiras a entrar em obras. As empresas contratadas  para a execução dos serviços abandonaram as obras.

Pedro Kiamesso assegura, que vai manter nos próximos tempos um encontro com as autoridades do Ministério da Juventude e Desportos para equacionar a questão, na qualidade de financiadora dos projectos e entidade contratante.


“Queremos que se faça um serviço definitivo, tal como foi consignado ao empreiteiro pelo Ministério da Juventude e Desportos”, disse.

Para além da reabilitação física, as empreiteiras assumiram a responsabilidade de apetrechar a sede do clube, o pavilhão gimnodesportivo e relvar o campo de futebol localizado no bairro Quilala, na cidade do Uige, de acordo com Pedro Kiamesso.

O dirigente pretende massificar, as diferentes modalidades desportivas, para elevar o número de jovens praticantes na cidade do Uíge. Quanto à participação da equipa nas competições oficiais, Pedro Kiamesso assegurou, que as condições financeiras actuais, não permitem.

 O dirigente prefere organizar as infra-estruturas desportivas e promover os escalões de formação para desporto de alto rendimento. Kiamesso justificou, que para evitar custos alarmantes, vai reaparecer “em grande” no desporto de alto rendimento com atletas formados no clube.

O objectivo não é participar, mas conquistar as provas provinciais e nacionais.
O Futebol Clube do Uíge foi fundado a 28 de Maio de 1951.