Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

GP 1 de Agosto disputado na Hula

Hlder Jeremias - 21 de Junho, 2013

Atiradores nacionais vo estar reunidos no Lubango nas festas da equipa militar do Rio Seco

Fotografia: Jornal dos Desportos

A província da Huíla passa a ser o primeiro palco fora de Luanda a acolher o Grande Prémio 1º de Agosto de tiro aos pratos, quando os atiradores nacionais se juntarem, de 27 a 29 de Julho, no campo do Clube de Tiro e Pesca do Lubango, para a disputa da sexta jornada do campeonato nacional de fosso olímpico.
A informação foi avançada pelo vice-presidente da Federação Angolana de Tiro, Paulo Silva, quando falava sobre o adiamento “sine die” do Grande Prémio Ministério do Interior, previsto para este fim-de-semana no campo de tiro do Regimento de Defesa Anti-Aérea.

Paulo Silva, que também é atirador do clube militar, está satisfeito pelo facto dos equipamentos do antigo campo de tiro do 1º de Agosto, que se situava no Miramar, serem transferidos para a província da Huíla.

Segundo o atirador nacional com maior palmarés, a implantação dos equipamentos na Huíla é “um factor importante de desenvolvimento da modalidade na região centro-sul do país”, uma vez que a sua localização permite que os atiradores das províncias vizinhas tenham mais tempo para treinos. “A nossa província escreve mais uma página da história do tiro aos pratos, porque vai ser a primeira localidade fora de Luanda que alberga uma edição do Grande Prémio 1º de Agosto, o que representa um orgulho para os atiradores locais”, disse.

O vencedor da medalha de ouro nos Jogos Panafricanos de 2007 disse que também está “satisfeito” por contar com um campo novo que dinamiza o tiro aos pratos naquela região. Paulo Silva agradece aos atiradores nacionais pelo sucesso da primeira edição do Grande Prémio Paulo Silva, que teve lugar no dia 9 do mês em curso no Clube de Tiro e Pesca do Lubango e apelou à coesão dos atletas em prol de um futuro airoso.