Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

GP da Alemanha sem palco definido

19 de Janeiro, 2015

Desde então, os novos donos tentam renegociar o contrato com a Fórmula 1.

Fotografia: AFP

A novela do GP da Alemanha continua. Após anunciar que o circuito de Hockenheim receberia pelo segundo ano consecutivo a etapa alemã da Fórmula 1, Bernie Ecclestone vê agora os directores de Nurburgring a não desistirem da negociação. Com a indefinição do palco do GP da Alemanha, o chefe da Fórmula 1, Ecclestone, anunciou que a prova deveria acontecer em Hockenheim, o que não cumpriria o estabelecido entre os dois circuitos.

Na passada sexta-feira, o gestor do autódromo de Hockenheim, Georg Sieler, avisou que o contrato ainda não havia sido assinado. A revista alemã “Auto Motor und Sport” revelou que a questão financeira continuava a ser um problema. De acordo com um porta-voz, a corrida em Nurburgring poderá acontecer caso os valores pagos à organização da categoria sejam mais acessíveis.

"Ouvimos o que Ecclestone disse, mas não vamos comentar. Ficaríamos muito satisfeitos se neste ano a F1 corresse novamente em Nurburgring, mas é também preciso que haja um preço acessível para o operador", disse o porta-voz de Nurburgring à agência de notícias SID.

A última vez em que o GP da Alemanha ocorreu em Nurburgring foi em 2013, quando Sebastian Vettel ocupou o lugar mais alto do pódio. Depois disso, a empresa administradora declarou falência, o que teve consequências na venda do autódromo. Desde então, os novos donos tentam renegociar o contrato com a Fórmula 1.