Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

GP Fora Area Nacional abre poca

24 de Janeiro, 2015

Atiradores residentes nas cidades de Benguela e Lubango desembarcaram ontem na capital do pas

Fotografia: Jos Soares

Os atiradores nacionais juntam-se hoje, a partir das 10h00 nas pranchas do fosso olímpico do 190º Regimento de Defesa Antiaérea para a disputa do Grande Prémio Força Aérea Nacional, prova que termina amanhã, em alusão ao 39º aniversário daquele ramo das Forças Armadas Angolanas, assinalado a 21 do mês em curso.

Pontuável para a primeira jornada da 10ª edição do Campeonato Nacional de Defesa  Anti-aérea, o certame está a ser disputado pelos atiradores do Clube da Força Aérea Nacional (anfitrião), 1º de Agosto, Interclube, Clube de Tiro Desportivo e Caça do Lubango, Chicolill, Clube de Caçadores da Cela, Clube de Tiro Caça e Pescas de Benguela, além de individuais. 

Os atiradores residentes nas cidades de Benguela e Lubango desembarcaram ontem na capital do país, tendo aproveitado o período da tarde para o reconhecimento do fosso olímpico do complexo 21 de Janeiro com a realização dos treinos livres, marcados pelo equilíbrio entre os contendores.

Atiradores como Jorge Perestelo, Francisco Gastão, Ricardo Lopes, Cali Mendonça, Paulo Silva, Borges Baptista, Artur Anastácio, Ruca Mendonça fazem parte do leque de homens com maior poder de precisão sobre o lavo em movimento, cuja perícia será colocada à prova hoje e amanhã sob o olhar de altas patentes da Força Aérea Nacional, com destaque para o comandante Francisco Afonso Gonçalves "Hanga" e outros convidados.

O secretário-geral da Federação Angolana de Tiro, Adelino Chaves, na qualidade de atirador do clube anfitrião e responsável pela organização, trabalha de forma abnegada nos aspectos técnicos e administrativos para que o certame decorra a preceito, apoiado por técnicos da instituição que criaram as condições para uma prova bem conseguida.

O Jornal dos Desportos apurou a existência de cartuchos e pratos suficientes para que os atiradores efectuem o número de disparos que lhes é conferido, além de poderem comprar cartuchos adicionais em caso de necessidade durante os treinos livres.