Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Guimarães acolhe Liga Mundial

27 de Março, 2013

A Selecção de Portugal disputa a Liga Mundial em substituição do Egipto

Fotografia: AFP

Guimarães, capital europeia do desporto 2013, vai ser o palco dos confrontos da selecção portuguesa de voleibol com o Japão e a Coreia do Sul, na fase intercontinental da Liga Mundial de 2013.

O Pavilhão Multiuso de Guimarães recebe a 29 e 30 de Junho os encontros com o Japão e a 6 e 7 de Julho com a Coreia do Sul, informa a Federação Portuguesa de Voleibol, acrescentando que o recinto minhoto acolhe também os treinos da selecção durante a campanha de preparação e disputa da Liga milionária do voleibol
A selecção de Portugal, comandada pelo italiano Flavio Gulinelli, volta a disputar a Liga Mundial, desta vez em substituição do Egipto, integrando o grupo formado por Canadá, Coreia do Sul, Finlândia, Holanda e Japão. A incursão portuguesa na 24.ª edição da Liga Mundial acontece no fim-de-semana, de 31 de Maio e 1 de Junho, com a deslocação à Finlândia, seguindo-se as deslocações ao Canadá (7 e 8 de Junho) e à Holanda (22 e 23 de Junho).
A fase intercontinental termina já em Portugal, com a recepção, em Guimarães, das selecções do Japão e da Coreia do Sul.

A edição deste ano da Liga Mundial será realizada em moldes diferentes, sendo disputada na fase intercontinental por 18 selecções repartidas por três grupos de seis equipas cada.

A fase final será disputada em Mar del Plata, na Argentina, entre 17 e 21 de Julho, por oito selecções: o organizador, os três primeiros classificados do grupo A e do grupo B e ainda o primeiro classificado do grupo C.

A Liga Mundial de voleibol terá três grupos, sendo o primeiro constituído por Brasil, Polónia, Estados Unidos, Bulgária, Argentina e França, o grupo B integra Rússia, Itália, Cuba, Sérvia, Alemanha e Irão, estando Portugal no grupo C.

Os grupos A e B foram determinados a partir do “ranking” Mundial (actualizado em 13 de Agosto de 2012). O grupo C foi formado pelos quatro melhores classificados do “ranking”, logo a seguir às 12 selecções dos grupos A e B e ainda por dois países escolhidos pela Federação Internacional de Voleibol.