Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Haile Gebrselassie anuncia retirada aos 42 de idade anos

12 de Maio, 2015

Etíope duas vezes campeão olímpico dos 10.000 metros anunciou abandonar o atletismo de alto nível

Fotografia: AFP

O etíope Haile Gebrselassie, duas vezes campeão olímpico dos 10.000 metros, anunciou que se retira do atletismo de alto nível, aos 42 anos. “Retiro-me do atletismo de competição, não da corrida. Não posso parar de correr, é a minha vida”, revelou aos jornalistas, depois de participar numa prova de dez quilómetros, em Manchester (Inglaterra).

Considerado um dos melhores corredores de longa distância da história do atletismo, Haile Gebrselassie, põe  fim a uma carreira profissional de 25 anos, na qual conquistou dois ouros olímpicos nos 10.000 (Atlanta1996 e Sydney2000) e quatro títulos mundiais e estabeleceu 27 recordes do mundo.

“Estou  feliz por parar aqui. Já sabia que ia ser a minha última prova”, admitiu o etíope. “Gebre” retirou-se num primeiro momento em Novembro de 2010, mas reconsiderou e voltou a correr até hoje.

Pichardo lidera
no triplo salto


O cubano Pedro Pablo Pichardo iniciou a época com 17,94 metros no triplo salto, o que o coloca na liderança mundial do ano e em sexto lugar da lista de todos os tempos, na especialidade.

Em Havana, em provas de controlo para os campeonatos Panamericanos Toronto2015, o vice-campeão mundial de 2013 coloca-se na primeira linha para uma medalha nos Mundiais de Pequim, onde deve encontrar Nelson Évora, actual campeão europeu de pista coberta.

A marca de Pichardo melhora o recorde cubano em nove centímetros e faz que passe de 21º para sexto melhor de sempre, já que tinha um recorde pessoal de 17,76. Pichardo, de 21 anos, tem uma carreira impressionante: campeão mundial júnior em 2012, vice-campeão mundial absoluto em 2013 (atrás do francês Teddy Tamgho) e terceiro no Mundial “indoor” no ano passado.

O salto de domingo superou largamente o melhor do ano, até ao momento, do norte-americano Marquis Dendy em pista coberta (17,37) e empurra Nelson Évora para terceiro (17,21).

O primeiro grande embate da época está marcado para sexta-feira, em Doha, no arranque da Liga Diamante: na lista de inscritos estão entre outros, Pichardo, Nelson Évora, Tamgho e o campeão olímpico, o norte-americano Christian Taylor.

SUPEROU  USAIN BOLT
Powell vence em Kingston

O velocista  Asafa Powell triunfou ontem no Jamaica International Invitational, com a marca de 9,84, nos 100 metros. O atleta, que contou com 1,8 de vento favorável, distinguiu-se na prova e superou os 9,93 de Bolt, que terminou em segundo lugar. Num só dia de competição, rompeu-se pela primeira vez em 2015, a barreira dos dez segundos e contabilizaram-se seis melhores marcas mundiais do ano.