Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamiltom vence GP da Hungria

30 de Julho, 2018

Depois da vitria ontem na Hungria, piloto ingls vai tentar superar no Circuito Spa Francorchamp, na Blgica, Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo

Fotografia: AFP

O inglês Lewis Hamilton cumpriu muito bem o seu papel. O piloto teve um fim de semana belíssimo, conquistou a \"pole\" e venceu o Grande Prémio da Hungria sem dar qualquer oportunidade aos seus mais directos adversários.
A largada foi um dos pontos-chave da corrida. Os pilotos da Mercedes, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, partiram bem e mantiveram a dianteira. O primeiro, Hamilton, arrancou bem e fechou a porta a Bottas e este aos pilotos da Ferrari. Vettel ultrapassou Raikkonen e apoderou-se do 3º lugar logo início da corrida.
O holandês Max Verstappen ficou sem potência no motor e desistiu na 6ª volta. Cristian Honner não escondeu nem um pouco o seu descontentamento com a falta de potência do motor Renault, isto só demonstra que a Red Bull terá que aumentar o seu trabalho nas boxes. Os amantes da teoria da conspiração afirmam que isto pode ser um boicote da Renault, uma vez que o motor Renault será dispensado no fim do campeonato de 2018. A Red Bull usará um propulsor Honda em 2019. O espanhol Fernando Alonso não foi além de um 8º lugar no dia do seu aniversário, o que já foi muito bom para a McLaren que, tal como a Red Bull terminou a corrida com apenas um carro.
No Grande Prémio da Hungria, os fãs não se arrependeram de assistir à corrida, a ultrapassagem de Ricciardo aos carros inferiores e à luta renhida entre Bottas, Vettel e Raikkonen, pelo 2º lugar, e a de Bottas e Ricciardo, pelo 4º.
Os pontos mais críticos da corrida foram os toques de Bottas aos carros de Vettel e de Ricciardo nas últimas voltas, tendo com isto perdido posições terminando a corrida em 5º lugar.
Depois do Grande Prémio da Hungria, os motores voltaram à Bélgica, no Circuito de Spa Francorchamp. Ao contrário de 2017, que foi a 12ª ronda do campeonato, este ano será a 13ª. O último vencedor (de 2017) foi o inglês Lewis Hamilton, que bateu os pilotos Sebastian Vettel, da Ferrari, e o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull. Mas, este ano, o quadro pode alterar em Spa, pois Sebastian Vettel tudo fará para evidenciar o domínio da Ferrari em termos de velocidade de ponta, para não se repetir o resultado desfavorável do ano passado e não deixar Hamilton aumentar a vantagem na pontuação.