Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamilton conquista sexto ttulo

04 de Novembro, 2019

O britnico de 34 anos repete o feito logrado por Michael Schumacher h 16 anos.

Fotografia: AFP

Lewis Hamilton confirmou a conquista do hexacampeonato mundial de Formula ontem em Austin. O britânico precisava de apenas 4 pontos para garantir a taça por antecipação, mas foi bem além, liderou até as voltas finais e vendeu caro a vitória, que foi conquistada por Valtteri Bottas. O segundo lugar bastou a Hamilton para soltar o grito de campeão da garganta, enquanto Max Verstappen completou o top-3
A F1 escreveu ontem um grande capítulo da sua história. Em Austin, palco do GP dos Estados Unidos, Lewis Hamilton confirmou as expectativas e tornou-se o segundo homem a alcançar a marca de seis títulos mundiais. O britânico, hoje com 34 anos, repete o feito logrado por Michael Schumacher há 16 anos.Hamilton precisava de míseros 4 pontos para confirmar o hexa, mas foi além no Circuito das Américas, coroando uma temporada irretocável com grande corrida para terminar a prova em segundo lugar. Campeão em 2008, 2014, 2015, 2017, 2018 e, agora, em 2019, Lewis está a apenas uma taça de igualar o maior campeão da história, Michael Schumacher.
O britânico vendeu caro a vitória a Valtteri Bottas, seu companheiro de equipa, que adoptou uma estratégia de duas paradas, assim como Max Verstappen, contra apenas uma do britânico. Apenas nas voltas finais o finlandês fez a ultrapassagem que lhe valeu a vitória em Austin, a sétima da carreira e a quarta da temporada. Verstappen foi bastante valente e cruzou a linha de chegada em terceiro lugar.
Charles Leclerc largou em quarto e terminou em quarto, numa actuação das mais apagadas da Ferrari que, aliás, viveu um domingo horroroso nos EUA, com Sebastian Vettel abandonando a prova nas voltas iniciais após ver quebrada a suspensão traseira após impacto na zebra da curva 9. Destaque mesmo para Alexander Albon, que enfrentou problemas na largada em contacto com a McLaren de Carlos Sainz, caiu para último, mas remou para chegar em quinto lugar.
Daniel Ricciardo foi outro grande nome de ontem e colocou a Renault em sexto, superando as McLaren de Lando Norris e Carlos Sainz, sétimo e oitavo, respectivamente. Nico Hülkenberg, também da Renault, foi o nono, enquanto Daniil Kvyat superou Sergio Pérez no fim — depois de o mexicano ter largado do pit-lane — e colocou a Toro Rosso no top-10.