Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamilton defende mecânicos e equipa

05 de Maio, 2016

Tricampeão mundial mantém a esperança de superar os problemas do carro

Fotografia: AFP

Lewis Hamilton saiu em defesa da sua equipa depois de alguns adeptos questionarem a série de problemas que o piloto enfrenta nesta época.

Além das avarias, que comprometeram especialmente as classificações na China e na Rússia, uma mudança na equipa de mecânicos também foi apontada como sinal de favorecimento da equipa ao alemão Nico Rosberg, que tem aproveitamento 100 por cento após quatro etapas.

"Tenho muito orgulho dos meus camaradas e o pessoal que voou com as novas peças", disse Hamilton, em referência ao esforço da Mercedes para que pudesse trocar partes do motor sem perder posições na grelha.Na conferência de imprensa, após o GP Rússia, disse:

"Particularmente, no meu lado da garagem, estão a sofrer de momento". O chefe de Hamilton, Toto Wolff, também saiu em defesa dos funcionários ao dizer que as teorias da conspiração são "lunáticas."

Hamilton salientou: "Esses funcionários tiveram algumas más experiências e tenho a certeza de que só posso imaginar o quão pressionados estão. Isso, não tem nada a ver com eles, porque estão a fazer um trabalho fantástico".

O tricampeão  sustentou que "não há motivos" para que não possa vencer na presente época. O que existe são "problemas".
"No momento, não sei se houve algum erro humano ou não, mas creio que é isso, que estão a tentar rectificar", disse.

Hamilton disse entender a preocupação dos fãs. "Vencemos e perdemos juntos e isso é bonito", afirmou. O inglês ressaltou que queria assegurar de que não é culpa dos "meus" mecânicos. O tricampeão disse acompanhar mais de perto as investigações sobre o problema ocorrido na Rússia.

"Há coisas que pedi para ser informado. Por exemplo, na última corrida, não recebi o e-mail com as conclusões. Depois, disseram-me que me mandariam. Na semana que vem, terei todas as informações. Quero fazer parte do processo e posso ajudar em muitas coisas. No final das contas, somos uma equipa", atirou.