Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamilton lidera treino livre em Monza

07 de Setembro, 2013

Circuito de Monza acolhe amanhã a prova e hoje testemunha as classificativas.

Fotografia: AFP

O britânico Lewis Hamilton está numa fase boa liderou o primeiro treino livre para o Grande Prémio da Itália, a realizar-se no Autódromo de Monza. O piloto da Mercedes marcou 1min25s565 e registou a melhor volta da sessão, de 90 minutos.

Na pole position das últimas quatro etapas Hamilton superou o espanhol Fernando Alonso, de acordo com a Ferrari e o também alemão Nico Rosberg seu companheiro da Mercedes. Sebastian Vettel da Red Bull chegou a liderar o treino, mas foi apenas o quarto colocado.

Felipe Massa teve mais um desempenho discreto e encerrou o treino na 14ª posição. Com o tempo de 1min26s449, o piloto brasileiro chegou a sair das boxes no fim do tempo para tentar uma nova volta rápida, mas acabou por envolver-se em confusão com o seu companheiro Fernando Alonso e não voltou mais à pista.

Ao longo dos primeiros 45 minutos de sessão pouca actividade se viu na pista. Entre os favoritos o primeiro a estabelecer uma marca no topo foi Sebastien Vettel, com 1min25s914. Fernando Alonso não demorou a superar o tempo e liderou a sessão com 1min25s863.

A dupla foi batida logo depois por Lewis Hamilton, que marcou 1min25s565 com a Mercedes. O espanhol da Ferrari ainda esboçou reacção, mas apenas conseguiu diminuir o seu próprio tempo para 1min25s600, mantendo-se na segunda posição.

Nos minutos finais do treino Vettel ainda foi superado pelo compatriota Nico Rosberg, que marcou 1min25s704 com a Mercedes. O alemão da Red Bull ainda registou 1min25s753, mas caiu para quarto.


CALENDÁRIO DE 2014
México entra
nas contas da F1


A Cidade do México está perto de voltar à Fórmula 1 em 2014, pela primeira vez desde 1992, e o Brasil deve fechar novamente a época de acordo com o calendário provisório da Fórmula 1 apresentado as equipas e as emissoras de TV. O campeonato contempla 21 provas.

Fontes das equipas que receberam o calendário do promotor da Fórmula 1 Bernie Ecclestone, expressaram certo cepticismo com relação ao número de corridas.

“Vamos ver qual vai ser cortada”, disse um chefe de equipa à agência Reuters em Monza, onde se realiza o Grande Prémio da Itália no fim-de-semana.

Se for aprovado pela Federação Internacional de Automóvel (FIA) da forma como está, em reunião do conselho da entidade na Croácia ainda este mês, o calendário ser vai o maior da história do desporto.

O recorde de provas numa mesma época até agora é de 20 e a maioria das equipas rejeita ir além de 19 corridas, devido ao esforço extra que representa para os empregados.

As provas no México, Rússia e Coreia do Sul estão com asteriscos no calendário a indicar que ainda dependem da assinatura de contrato ou da aprovação das pistas.

A Índia perdeu a vaga, enquanto a Áustria está de volta após 11 anos de ausência.

CALENDÁRIO


16 de Março - Austrália (Melbourne)
23 de Março - Malásia (Sepang)
6 de April - China (Xangai)
13 de Abril - Coreia do Sul* (Mokpo)
27 de Abril - Bahrain
11 de Maio - Espanha (Barcelona)
25 de Maio - Mónaco
8 de Junho - Canadá (Montreal)
22 de Junho - Áustria (Spielberg)
6 de Julho - Grã-Bretanha
20 de Julho - Alemanha
27 de Julho - Hungria (Budapeste)
24 de Agosto - Bélgica
7 de Setembro - Itália (Monza)
21 de Setembro - Cingapura
5 de Outubro - Japão (Suzuka)
19 de Outubro - Rússia* (Sochi)
26 de Outubro - Abu Dhabi
9 de Novembro - México*
16 de Novembro - EUA
30 de Novembro - Brasil