Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamilton mais perto de Rosberg

11 de Julho, 2016

Forte pancada de chuva apanhou equipas e pilotos minutos antes da largada

Fotografia: AFP

Nem a chuva, que caiu minutos antes da largada do GP da Inglaterra, foi  suficiente para atrapalhar Lewis Hamilton. Depois de dominar as sessões de treinos livres e fazer a pole, o britânico venceu pela quarta vez, em casa,  diminuiu a desvantagem em relação ao companheiro e líder do campeonato, Nico Rosberg, agora passa para quatro pontos. O alemão foi o segundo colocado, após uma óptima briga com Max Verstappen ao longo da corrida, viu a vantagem na ponta cair de 11 para apenas quatro pontos, com 11 etapas pela frente. O holandês conquistou o terceiro pódio na carreira, com o terceiro posto.

O resultado pode mudar: com problemas no câmbio e sem poder usar a sétima marcha, Rosberg passou a receber instruções via rádio, o que é ilegal, caso a Mercedes não  prove que o carro quebraria, caso o alemão não fizesse as alterações sobre as quais recebia orientação. Por conta disso, a corrida terminou com o alemão sob investigação e na contingência de ser punido.

Entre os brasileiros, Felipe Massa teve de fazer uma paragem a mais, do que os demais,  foi apenas o 11º, depois de andar na maior parte da prova entre os 10 primeiros, e Felipe Nasr teve boas disputas, especialmente com Valtteri Bottas, e foi o 15º, à frente dos rivais da Sauber.
Forte pancada de chuva, apanhou equipas e pilotos de surpresa, poucos minutos antes da largada e fez com que a corrida começasse atrás do Safety Car, mesmo que o sol tivesse voltado a aparecer pouco antes do início da prova.

A corrida começou de verdade, na volta 6, e vários pilotos aproveitaram para colocar os pneus intermediários, liderados por Kimi Raikkonen, enquanto os ponteiros se mantinham na pista, com os pneus de chuva, com Hamilton em primeiro, Rosberg muito pressionado por Verstappen, em segundo, e Ricciardo em quarto. O australiano apostou em parar na volta seguinte, seguido por mais uma série de pilotos.

As Mercedes, Verstappen, Perez e as Sauber foram os últimos carros a colocarem os intermediários, aproveitaram o Safety Car Virtual causado pelo abandono de Pascal Werhlein, para fazer a paragem e voltar na frente no caso dos três primeiros. A táctica também ajudou a dupla da Sauber a ganhar terreno: Felipe Nasr foi parar em 15º, enquanto Felipe Massa também ganhou posições, indo de 12º na grelha para 11º.
Com 10 voltas completadas, Hamilton liderava 5s de vantagem em relação a Rosberg. Verstappen, Perez, Ricciardo, Raikkonen, Sainz, Massa, Hulkenberg e Alonso completavam o top 10.

Na volta 16, Vettel estava fora da zona de pontuação, foi o primeiro a apostar e colocar os pneus médios. O ferrarista foi seguido por companheiro e outros pilotos na volta seguinte, incluindo Massa, que não estava bem com os intermediários.Ainda com os intermediários, Verstappen passou veloz e fez uma bela ultrapassagem a Rosberg por fora. Foi então, que os ponteiros também colocaram pneus de pista seca. Após 20 voltas, Hamilton seguia na frente, seguido por Verstappen, Rosberg, Ricciardo, Perez, Raikkonen, Sainz, Hulkenberg, Massa e Alonso. Os ex -companheiros da Ferrari protagonizaram uma intensa batalha, com a pista com trechos molhados.

O espanhol por escapar e conseguiu  asvoltas, mas perdeu várias posições.Nas voltas seguintes, vários pilotos foram surpreendidos na mesma curva, em que Alonso escapou, inclusive o líder Hamilton, que ainda assim manteve-se à frente. Isso, porque Verstappen e Rosberg perdiam tempo a lutar pelo segundo posto. Na volta 38, o alemão devolveu a manobra do holandês e retomou o segundo posto, enquanto Massa foi o primeiro a fazer a terceira paragem, saindo da zona de pontuação.

Vettel ainda foi punido por uma manobra de ultrapassagem, sobre o brasileiro pouco antes de sua paragem, mas ainda assim permaneceu no top 10, formado por Hamilton, Rosberg, Verstappen, Ricciardo, Raikkonen, Perez, Hulkenberg, Sainz, Vettel e Kvyat.Com a vitória em Silvestone, Hamilton tem a chance de chegar pela primeira vez, no ano, à liderança do campeonato, a próxima etapa é o GP da Hungria, a ser disputado dentro de duas semanas.