Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamilton quer estar mais forte

27 de Novembro, 2014

É esse o meu objectivo”, frisou Hamilton. “Tenho absoluta fé na minha equipa e vamos voltar muito, muito fortes”, referiu.

Fotografia: AFP

Nada de loucuras para o campeão do Mundo. Após a conquista do título em Abu Dhabi, Lewis Hamilton preferiu uma celebração calma, com um jantar íntimo com a família, antes da festa de final de época da Mercedes, onde não houve lugar a abusos. “Tomei apenas uma bebida ontem à noite [domingo] e isso é mais do que suficiente para mim”, disse um bem disposto Hamilton à imprensa na manhã de segunda-feira.

O tempo agora é para pensar em descanso e em férias, mas o piloto britânico, de 29 anos, mostra já grande optimismo e confiança para a época de 2015. “Seria muito bom entrar na próxima temporada ainda mais forte. É esse o meu objectivo”, frisou Hamilton. “Tenho absoluta fé na minha equipa e vamos voltar muito, muito fortes”, referiu.

Uma melhoria na qualificação, onde o companheiro Nico Rosberg foi mais forte esta temporada (12-7), é um dos pontos a focar. “Este ano provou que o dia da corrida é o mais importante, mas definitivamente a corrida é duas vezes mais difícil se não estás à frente do teu colega de equipa.”

VETTEL
Na próxima época do Campeonato Mundial de Fórmula 1, Sebatian Vettel vai  pilotar pela Ferrari. Para o ex-companheiro de equipa, Daniel Ricciardo, o piloto alemão deixou a Red Bull mais por paixão por todos os produtos da escuderia italiana, do que um possível desgaste com a equipa inglesa.
“Sei como a paixão dele pela Ferrari é grande. Não apenas na Fórmula 1, mas também os carros de rua. Ele é um fã da marca e dos seus produtos. Portanto, acredito que teria acontecido mais cedo ou mais tarde”, declarou o piloto australiano.

Ainda de acordo com Ricciardo, a época nada satisfatória de Vettel não foi algo que influenciasse tanto. “Ele não teve o ano que queria. Mas também não devemos perder o foco da realidade. Ele venceu quatro Campeonatos Mundiais com a Red Bull. Um quinto com a RBR seria tão satisfatório quanto um em outra equipa”, comentou.

Na Ferrari, Sebastian Vettel vai correr no lugar de Fernando Alonso. O piloto alemão assinou um contrato de 150 milhões de libras por três anos (equivalente a 23 biliões, 443 milhões e 600 mil Kwanzas).