Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hamilton v potencial na Ferrari

20 de Abril, 2019

Hamilton acredita que a Ferrari falta extrair todo o potencial nas corridas de abertura da temporada de 2019

Fotografia: AFP

O piloto Lewis Hamilton acredita, que a Ferrari não conseguiu "extrair todo o seu potencial",  nas corridas de abertura da temporada de 2019. Ele e o companheiro de equipa, Valtteri Bottas, foram os mais rápidos que os carros de Maranello, durante quase todo o último final de semana, na China, quando a Mercedes se tornou a primeira equipa a começar o ano com três dobradinhas, desde a Williams em 1992.

O campeão mundial sublinhou, que enquanto Charles Leclerc foi o vencedor moral no Bahrein, a Mercedes esteve logo atrás,  para aproveitar os problemas da sua unidade de potência."Eu acho, que com o que temos, estamos a operar em todo o seu potencial. Mas haverá mais melhorias de desempenho no futuro, daremos passos adiante”.

Disse mais: "eu acho, que na última corrida no Bahrein, não pode dizer que foi necessariamente no mérito total, porque não fomos rápidos o suficiente para vencer a corrida, realmente. Mas as coisas aconteceram ao longo do caminho e tive que me colocar em posição de vitória, então, fizemos isso. Mas eu, particularmente, acho que na primeira corrida, na Austrália, e agora na China, tivemos mérito.”

O piloto britânico reconhece o potencial da Ferrari. “Eu acho, que os outros têm um bom carro. As Ferraris não estão a extrair. Não parece que eles estão a  extrair todo o seu potencial, e então, não parecem tão bem quanto no ano passado. Sabemos, que temos a Ferrari nos nossos calcanhares e sabemos que as Red Bulls estão por aí, mas, novamente, não estão a entregar o seu potencial. Será interessante ver como vão as próximas corridas.”

Hamilton insistiu, desde os testes, que a Mercedes realmente acredita, que a Ferrari tem  vantagem após o teste e que o desempenho ruim da equipa italiana, na Austrália, foi uma surpresa. “Nós, definitivamente, passamos por testes, sabíamos que estaríamos muito próximos, colocamos o carro numa janela, mas achávamos que tinham  vantagem.” Continua: "eu não tenho certeza se realmente conseguiram um bom fim-de-semana. Parecia que seria um final de semana sólido para eles, no Bahrein. Eles estiveram em altos e baixos. Eu não tenho a certeza de onde eles estão a perder, mas estão a ganhar algo como 0s4 na recta, mas a perder nas curvas. Então, será interessante ver a estratégia, nas próximas corridas."

A seu ver, há muitas corridas em que a Ferrari talvez ofusque o nosso."Eles, ainda têm um carro mais curto que o nosso, então, pode funcionar melhor em outros lugares. Mas é cedo para dizer. Definitivamente, com três dobradinhas, acho que estamos a entregar um pouco além do nosso verdadeiro potencial, mas ainda há mais por vir."