Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Histria do CAN em Livro

26 de Setembro, 2019

Carlos Pacavira apresenta obra a 9 de Outubro no Memorial Agostinho Neto

Fotografia: Edies Novembro | Alberto Pedro

O jornalista Carlos Pacavira, da Rádio Cinco, apresenta, no próximo dia 9 de Outubro, a sua obra intitulada 62 anos de CAN 23 anos com os Palancas. O livro, uma recolha de números e dados sobre a maior cimeira do futebol africano, faz uma incursão pelas 32 edições disputadas desde 1957, no Sudão, e uma súmula das oito participações de Angola. Suficientemente ilustrada, a obra, que contém 128 páginas, foi imprensa pela Damer e teve uma tiragem de quatro mil exemplares, resultando de uma profunda pesquisa do autor, que a par do recurso às novas tecnologias, também viu-se, em algumas ocasiões, obrigado a enfrentar as teias de aranha das poucas bibliotecas existentes no país. Perfeccionista por excelência, Carlos Pacavira dá-nos a ler, página a página, breves textos, complementados com as respectivas imagens, legendas e números estatísticos. Trata-se, na verdade, de um documento de grande serventia, que visa, acima de tudo, reavivar a nossa memória colectiva. Resultados de todas as finais dos campeonatos africanos e respectivos autores de golos, estão salvaguardados no livro, que vem poupar o esforço a críticos da"coisa desportiva" no que toca à documentação que possa dar melhor sustentabilidade às suas matérias, quer sejam elas escritas, quer sejam em áudio. A participação de Angola na prova, que remonta de 1996, na África do Sul, é merecedora de uma abordagem especial, que, para além de todos os resultados dos jogos efectuados nas oito participações, não foram esquecidos os seus principais actores, no caso, atletas e seleccionadores. Aqui, Oliveira Gonçalves tem o recorde, por ter orientado os Palancas em duas edições, nomeadamente no Egipto'2006 e Ghana'2008. Para o êxito da obra, para lá do leque de patrocinadores, o autor contou também com a colaboração de alguns colegas, tendo destacado nomes como de Edson Macedo, responsável pela paginação, e Dinho Soares, que deu um válido contributo na compilação de alguns dados estatísticos. O autor faz questão, que a data de lançamento do livro coincida com o 14º aniversário da memorável qualificação ao Mundial de 2006, 8 de Outubro de 2005, em Kigali."À margem do lançamento do livro, a ser comercializado ao preço módico de 3 mil kwanzas, decorrerá uma homenagem aos integrantes daquela selecção, que será proporcionada pela direcção da Federação Angolana de Futebol", disse. Depois do lançamento oficial, o livro terá outras sessões de venda e autógrafos em locais, que serão indicadas a posterior. Em Luanda e em outras cidades do país. No estrangeiro, o livro pode chegar em países com vasta comunidade angolana, como Portugal e Londres. "Pensamos também numa sessão de vendas no Brasil, à margem do Campeonato do mundo de Sub-17. O próximo desafio do autor tem como título"Lendas do Desporto", que visa imortalizar agentes do desporto, que no pós-independência marcaram com iniludível competência os grandes palcos, como dirigentes, treinadores, atletas, árbitros e jornalistas.