Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hula aposta na nova gerao

Gaudncio Hamelay - Lubango - 13 de Outubro, 2018

O tcnico asseverou, que o grupo est bem preparado.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A estreia de oito atletas, da nova geração, descobertos na escola do ensino especial e nos bairros periféricos da cidade do Lubango, província da Huíla, no Campeonato Nacional de Pista em Atletismo para Adaptados, em ambos sexos, que decorre até amanhã, domingo, na capital do país, constitui um teste “duro” para avaliar as suas capacidades competitivas.
 A garantida é do treinador de atletismo, Augusto Diogo “Seco”, antes de deixar na quarta-feira a cidade do Lubango com destino ao palco da competição, via terrestre, em que se mostrou esperançado na obtenção de resultados positivos, que passam na conquista de lugares de pódio.
 Confirmou, que o Campeonato Nacional de Pista em atletismo para adaptados em masculino e feminino, vai ser disputado nos dias 12, 13 e 14 do corrente mês, em todas as deficiências, incluindo o Meeting Unitel, onde a Huíla participa com 10 atletas, dos quais oito são todos novos talentos que vêm reforçar a antiga geração.
Augusto Diogo “Seco” afirmou, que os oito corredores são todos novos, é a primeira vez que participam num campeonato nacional da modalidade.
  “É uma nova descoberta, feita na escola do ensino especial e bairros periféricos da cidade do Lubango, onde fomos buscar atletas das classes t13, t46, t20 e paralisia cerebral (PC). Então, vamos ver o que vai dar, já que se trata do campeonato nacional de pista e ao mesmo tempo o Meeting Unitel”, disse.
 Assegurou, que a caravana huilana ao evento, augura estar entre os três primeiros classificados por províncias. “Estamos a ir para esta prova, afim de ficamos entre os três primeiros classificados por províncias. Este, é o objectivo principal, que auguramos”, garantiu.
 Particularizou que a atleta, Núria Wakapembe é a única na deficiência de paralisia cerebral e o técnico destacou que ela deu garantias nas provas provinciais e nos testes que foram feitos ao longo da preparação, assim como, José Ndala (T46) e o David José “Zito” (T20).
 “Esses, são os três atletas entre  outros que levo da nova geração, que me dão muita garantia de trazer medalhas de ouro. Os demais, vão lutar para ver até onde podem chegar, com a participação deles, neste campeonato nacional de pista”, referiu.
 Augusto Diogo “Seco” apontou que a Huíla vai participar nas provas dos 100 a 10.000 metros, exceptuando as disciplinas técnicas de lançamentos e saltos. “Não temos atletas para estas especialidades. Por isso, é que não nos preparamos. Mas vamos entrar nas provas dos 100, 200, 400, 800, 1.500, 5.000 e 10.000 metros”, salientou.
Indicou, que a única atleta feminina vai competir nas provas dos 100, 200 e 400 metros. O José Ndala, entra nos 400, 800 e 1500. O David José, participa nas provas de 1.500, 5.000 e 10.000 metros, enquanto o corredor com créditos já firmados, neste tipo de competições, Silvestre Ngula, desta vez vai fazer velocidade na especialidade de 100, 200 e 400 metros. “Os demais competem noutras distâncias”, anunciou.
 O técnico asseverou, que o grupo está bem preparado, já que “estamos a levar atletas da nova geração”.