Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hula cria associao provincial

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 27 de Outubro, 2014

Judocas huilanos esto mais bem servidos depois da tomada de posse da direco da associao provincial no ltimo sbado

Fotografia: Kindala Manuel

Expandir a prática de judo nos municípios, comunas e aldeias da província da Huíla constitui um dos desafios da Associação Provincial da Huíla, para o quadriénio 2014-2018. A instituição criada, depois de longos anos como Núcleo, tem como presidente de direcção, Manuel Figueiredo; vice-presidente Desportivo, Faustino Samungue; vice-presidente Jurisdicional, Humberto Mufualo Nsingoni; secretário-geral, Estêvão Tchinanga Mucongo.A cerimónia de tomada de posse, que aconteceu sábado último, na sala de reuniões da direcção provincial da Juventude e Desportos da Huíla, foi presidida pelo director dos desportos locais, Joaquim Barbante Tyova, na presença do presidente da Federação Angolana de Judo (FAJ), Paulo Nzinga.

Fazem parte da associação, Dinis Mário Vissoca (presidente da Mesa da Assembleia-Geral), Augusto Soma Katombola (vice-presidente) e Sabina Augusta (secretária). Tomaram posse igualmente Adelino de Oliveira Mucongo (presidente do Conselho de Disciplina), Simão Baptista Pedro e Edgar Baptista Paulo (vogais); Conselho Fiscal é liderado por Dumas Sã Luís (presidente), Egídio Eloi Simões Bunga e Manuel Sebastião Joaquim (vogais).Carlos Pinto Neves é o presidente do Conselho Técnico, coadjuvado por Esmilde Paulo Macedo Catraio e Elionay José Guerreiro Mendes (vogais). Gelson Lissolo António é presidente do Conselho de Arbitragem, Guilherme Félix Passile Luís e Bernardo Teca Ditutala (vogais).

O presidente de direcção da Associação de Judo da Huíla, Manuel Figueiredo, pediu aos membros empossados o engajamento e maior responsabilidade na função que lhes foi atribuída para contribuir no desenvolvimento da modalidade e de uma associação "funcionável". Manuel Figueiredo afirmou que vai procurar unir a família do judo e pôr fim a desunião que se verifica nos últimos tempos, porquanto "o judo não é só o presidente, mas a associação, as academias, os atletas, os técnicos, os árbitros e outros agentes a integrar para ajudar no desenvolvimento da modalidade”.Manuel Figueiredo solicitou ao director da Juventude e Desportos apoios e um espaço para acomodar a mais nova associação da Huíla. “Por isso, vamos arregaçar as mangas para trabalhar e mostrar às pessoas que acreditaram em nós a presença de judo".