Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Huilanos avaliam qualidade da pista

17 de Fevereiro, 2017

Motivados pelos últimos resultados obtidos em diferentes competições, o Interclube promete repetir as proezas

Fotografia: Nuno Flash

Liderados por Augusto Diogo "Seco", a delegação da Huila de atletismo desembarcou ontem na cidade do Huambo com o sentimento de humildade para a disputa do Campeonato Nacional de corta mato que se disputa amanhã nos arredores da capital do planalto central. Com 30 fundistas, os huilanos têm como objectivos alcançar o pódio em todos os escalões.

Augusto Diogo lidera tecnicamente as equipas do Interclube e do Interclube da Huila. Tem à disposição cinco fundistas da equipa de Luanda e 15 da agremiação da Huíla. Hoje, o grupo toma contacto com o local da competição para avaliar os declives e o relevo.

Motivados pelos últimos resultados obtidos em diferentes competições, o Interclube promete repetir as proezas. Para o efeito, Augusto Diogo tem o grupo concentrado no seu "quartel-general", onde realizam pequenas sessões de treinos físicos e psicológicos. Nos últimos dias, trabalharam corridas cronometradas e participaram de provas huilanas.

O principal rosto da delegação huilana é Francisco Caluvi. O vencedor da São Silvestre de Luanda de 2016 é o principal alvo a abater quer dentro da própria equipa quer pelos concorrentes do Huambo. Os atletas do 1º de Agosto também estão na "pole position".

 Os demais atletas aspiram pôr termo ao domínio do melhor fundista da actualidade do país.

Ciente das dificuldades, Francisco Caluvi mantém um discurso de humildade para voltar a subir ao pódio do corta-mato nacional.

"Acredito que não vai ser fácil, mas tenho a fé de que vou fazer uma prova", disse.

Francisco Caluvi domina a prova de corta mato desde 2009 e mais uma vez vai defender o título.

“Sou um atleta que sempre dei vitórias ao Interclube. Por essa razão, mais uma vez, o mundo vai estar à minha espera. Assim o faremos", promete.
O melhor fundista da actualidade apresenta mazelas no seu movimento, mas promete dar luta.

"Neste preciso momento, é uma pena que me encontro um pouco tocado, mas isso não vai retirar-me nas pistas. Vamos tentar ultrapassar isso o mais rápido possível. Reconheço que vai ser uma prova bastante competitiva”, admitiu.

Se a competitividade o espera amanhã, Francisco Caluvi é campeão nacional da meia-maratona, de provas de 15 quilómetros e ganhou quase todas outras competições. Por esse motivo, está determinado para não colocar os créditos em maus lençóis na prova de Huambo.

FEMININO
A responsabilidade da defesa do título feminino está entregue ao Clube de Treinamento de Assessoria Manuel Jamba Sports. A equipa huilana está determinada a defender o título de campeão nacional de corta-mato. O proprietário da agremiação, Manuel António, assegurou ao Jornal dos Desportos que o clube está no Huambo para dignificar as cores da província da Huíla.

“Vamos defender a nossa província e mostrar que o atletismo é o desporto número um na Huíla. Os nossos atletas estão preparados para isso”, ressaltou.

Clube Desportivo da Huíla, Interclube da Huíla, Benfica Petróleos do Lubango e o Clube de Treinamento de Assessoria Manuel Jamba Sports são os representantes da província da Huíla nos campeonatos nacionais de corta-mato.