Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Huilanos reforam capacidade competitiva

Gauncio Hamelay no Lubango - 23 de Março, 2019

A dinmica implementada faz dos atletas potenciais candidatos aos trofus no Zonal B

Fotografia: Eduardo Pedro | EDIES NOVEMBRO

A fortificação de capacidade competitiva de atletas talentosos de clubes huilanos é o objectivo da disputa do campeonato provincial absoluto de xadrez da Huíla. A dinâmica implementada faz dos atletas potenciais candidatos aos troféus no Zonal B a ter lugar de 13 a 20 de Abril em Luena, Moxico. A apreciação é do presidente da Associação local, Vicente Silva.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o dirigente asseverou que a realização dos campeonatos nacionais de juvenis e de juniores em Maio próximo, no Lubango, \"anima\" os atletas a cada fim de semana.A Huila pretende subir ao pódio das provas nacionais e a estratégia é dar aos atletas o maior número de competições. Assim que terminar o Absoluto, vão participar dos provinciais de juvenis e de juniores.

\"Alguns xadrezistas do Ferroviário da Huíla, Escola SOS-Água Preciosa e Benfica de Lubango queremos lançá-los nos campeonatos nacionais. Estão com bons indicadores para representar a província com dignidade\", disse.No sector feminino, Vicente Silva disse que vai haver surpresas. A classe já saiu da fase embrionária e está a evoluir para a alta competição. A participação de várias provas vai proporcionar o crescimento de \"excelentes talentos\" para o país.

\"Ainda é ínfima a participação feminina. Estamos a proporcionar as condições para aumentar o número de meninas à prática de xadrez. Algumas estão inseridas no Benfica do Lubango e Ferroviário da Huíla\", disse.O material para a promoção de eventos desportos é insuficiente. Vicente Silva pede apoios à classe empresarial para que a instituição possa oferecer as melhores condições aos jogadores. Em cada evento desportivo, o número de praticantes é superior ao material.\"O material é insuficiente. Sempre necessitamos de mais\", disse.