Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hula agastada com a FAVB

Gaudncio Hamelay | no Lubango - 06 de Setembro, 2018

Valentim Domingos prometeu aos associados mais apoios durante a campanha

Fotografia: Dombele Bernardo | Edies Novembro

Os membros da Associação Provincial de Voleibol da Huíla estão agastados com a Federação Angolana da modalidade pela postura demonstrada durante a realização, em Agosto, da oitava etapa do Circuito Nacional de Voleibol de Praia, no Lubango. Os agentes manifestaram a falta de apoios da entidade reitora.
O secretário-geral da Associação da Huíla, António Quilala, que manifestou o descontentamento, esclareceu que a etapa do Lubango do circuito nacional de voleibol de praia é uma competição organizada pela instituição local em parceria com a Federação. Porém, revelou que a Associação assumiu todas as despesas referentes ao alojamento e à alimentação, bem como as condições de preparação do recinto de jogos, apesar da promessa do presidente de direcção Valentim Domingos.
António Quilala reiterou que esperava da FAVB apenas a atribuição de prémios aos atletas das províncias de Namibe, Luanda e Benguela, que custearam as despesas pessoais na competição.
“O mínimo era a atribuição de prémios. A associação local não pede dinheiro à FAVB, apenas o reconhecimento do trabalho dos atletas. Isso nos deixa triste. Não houve sensibilidade da FAVB. Informaram-nos que não haveria prémios”, lamentou.
António Quilala lembrou que os dinamizadores fizeram uma reflexão profunda no Dia Nacional de Voleibol, celebrado a 31 de Agosto.
“Devemos reflectir sobre a qualidade de voleibol no futuro. A Associação da Huíla não vê com boa perspectiva, quando as competições são a cargo da FAVB e essa não presta apoio nenhum. Devemos reflectir”, sublinhou.
O dirigente associativo questiona o contributo do Estado na gestão do voleibol.
“Será que até a presente data, a Federação não recebeu nenhuma dotação financeira do Ministério da Juventude e Desportos para apoiar as actividades desportivas? A Federação não tem patrocínio? São perguntas que ficam no ar\", enfatizou.