Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hula ambiciona pdio no zonal Centro e Sul

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 14 de Outubro, 2019

Os clubes de Benguela tm estado a dar um apoio muito grande, porque maior parte dos integrantes da seleco nacional so daquela provncia, disse.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O único pensamento reinante no seio dos cinco ginastas huilanos, representantes da província nos Campeonatos Zonal Centro e Sul, bem como no Nacional de Iniciados e Juvenis, em ambos os sexos, que decorre a partir de hoje, segunda-feira, até 18 do corrente, na cidade de Benguela, é a conquista de lugares no pódio.
 Juka Fernandes presidente da Associação Provincial dos Desportos Individuais da Huíla (APDIH), reafirmou a vontade de ocupar lugares de pódio nestes eventos, para melhor recompensar o esforço empreendido pelos atletas ao longo da época.
  “A nossa perspectiva para estas duas provas é o pódio, porque estivemos este ano todo a trabalhar. Então, estamos a pensar somente nos lugares de pódio”, defendeu.
 Juka Fernandes garantiu sábado no Lubango, durante a última sessão de treinamento dos atletas, que para essa empreitada, está tudo preparado para fazer uma participação condigna e fechar a época desportiva de uma forma positiva.
 Valorizou o apoio prestado pelos clubes que trabalharam, no sentido de pagarem as taxas de inscrição e de participação no certame, assim como a transportação.
“A federação angolana de ginástica tem sempre o cuidado de nos ajudar no alojamento e alimentação. E isto é que tem nos ajudado na nossa participação”, reconheceu.
 A caravana desportiva huilana, composta por cinco atletas, nomeadamente Laurinda Tito, Ebo Monteiro, Massossy de Fátima (feminino), Danilo Airosa e Alberto Catchissapa (masculino), que representam o Sporting Clube do Lubango e o Sport Lubango e Benfica, já respiram desde ontem, domingo, os ares das Acácias Rubras.
O dirigente associativo assegurou, que os ginastas possuem um elevado nível de competitividade, o que poderão surpreender as demais províncias. As especialidades de tambling, mãos livres, conjunto, apresentação com arco, fita, massa e corda são as provas onde os huilanos vão procurar pontuar para subir ao pódio.
A maior dificuldade que os atletas huilanos vão enfrentar, apontou Juka Fernandes, serão os ginastas de Benguela, visto que têm trabalhado muito no melhoramento das suas performances competitivas e níveis técnicos.
 “No meu ponto de vista, os ginastas da província de Benguela, também têm tido muitos apoios. Os clubes de Benguela têm estado a dar um apoio muito grande, porque maior parte dos integrantes da selecção nacional são daquela província”, disse.