Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hula espreita revalidao do ttulo nacional

Rosa Napoleo - 08 de Agosto, 2019

Fotografia: Agostinho Narcso | EDIES NOVEMBRO

 

Depois de conquistar a Taça Embaixada da Coreia de 2019, a selecção da Huíla de taekwondó prepara-se para revalidar o título do campeonato nacional agendado para o mês de Novembro em local a designar. A equipa orientada por Simão Sumbelo procura manter os níveis técnicos e competitivos em sessões bi-diárias na cidade de Lubango. 

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o treinador principal Simão Sumbelo assegurou que \"os atletas apresentam bom nível técnico e competitivo\". A título de exemplo, citou a conquista de quatro medalhas de ouro e igual número de prata na sexta edição da Taça Embaixada da Coreia.

\"Agora, os atletas estão mais confiantes e também já conhecem os níveis dos adversários a enfrentar. A equipa ganhou mais força para a revalidação do título nacional, depois de destronar a selecção de Luanda na Taça\", disse.

Para a manutenção do troféu nacional, Simão Sumbelo trabalha com \"a mesma equipa de confiança\". A selecção da Huila conta, entre outros, com Manuel yango (-58kg), Mário Tchipalanga (-68kg), António Tchipalanga (-80kg) e João Malamba (+80kg), que conquistaram as medalhas de ouro e de prata.

A grande concorrente da Huíla ao lugar mais alto do pódio da competição nacional é a de Moxico, com a qual se juntou na cerimónia de premiação na Taça da Coreia. Os huilanos perderam o \"medo\" de Luanda, que foi a sétima e a última classificada na tabela geral da Taça Embaixada da Coreia. A equipa da capital espelha a fragilidade competitiva e técnica dos atletas.

A competição nacional pode contar com representantes de Malanje, Moxico, Uíge, Huíla, Luanda, Misto de Huambo, entre outros.