Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Igor Silva vence prova

Gaud?ncio Hamelay, no Lubango - 18 de Dezembro, 2016

O ciclista Igor Silva, da equipa Jair Transportes Lda de Benguela, venceu ontem, no Lubango, a II edição do Grande Prémio de Ciclismo,

Fotografia: Jornal dos Desportos

Na segunda posição da competição dominada completamente pelos atletas das terras de Ombaka do princípio ao fim, ficou Walter Silva, da equipa Hotel Luso de Benguela, ao cronometrar o percurso em 51:00.406, seguido por José Panzo, da equipa Jair Transportes Lda de Benguela, com o registo de 51minutos, zero segundos e 734 décimas.

Na categoria dos cadetes, a vitória sorriu para Dalton Silva, da equipa Hotel Luso, ao cortar a meta com 54:58.016, nas posições seguintes quedaram-se Gerson dos Santos (58:30.047) e Wellceley Fonseca (58:30.953), ambos da equipa da Jair Transportes Lda.

O atleta Abel Ferreira, da formação da Jair Transportes Lda, venceu na classe de Master 30, com o registo de 58 minutos, 33 segundos e 563 décimas, secundado por Bruno Gomes, da equipa Hotel Luso de Benguela, com a marca de 58:36.42).

Já Dedé Semedo, da formação da Jair Transportes Lda, contentou-se com o terceiro lugar com o tempo de 59 minutos, 07 segundos e 656 décimas.O troféu da categoria de veteranos, foi arrebatado pelo ciclista Santos Calueia, do Team Insurrectos, seguido pelo seu companheiro de equipa Adão Calueia. Ruca Castilho, da equipa da União de Ciclistas do Lubango, quedou-se em terceiro lugar.


Números
Organização louva
participação de atletas


O membro da União dos Ciclistas do Lubango, Diamantino Garção, louvou a participação massiva dos ciclistas das províncias do Namíbe,  Benguela e Huíla que se juntaram a uma causa justa de caridade angariamento de donativos para crianças desfavorecidas.

Afirmou que todos os anos quando falta uma semana para os festejos do natal, a União dos Ciclistas do Lubango promove um passeio recreativo com bicicletas e uma prova de ciclismo em prol da recolha de donativos para oferecer as crianças mais desfavorecidas.

Acrescentou que nesta edição, a organização da actividade fez uma coisa mais diferente com a abrangência de outras províncias (Namíbe e Benguela) de modos a que as pessoas abraçar o desafio.

“Vimos que o desafio teve aceitação e no próximo ano queremos fazer um grande prémio em prol da arrecadação de donativos para as crianças com duas ou quatro províncias”, garantiu.

Diamantino Garção sublinhou que além desta actividade de caridade angariar donativos, serviu igualmente para impulsionar o ciclismo huilano.
Indicou que os membros integrantes da União dos Ciclistas do Lubango, se consideram de solidários e por este facto, todo ser humano desportista, no natal tem um bom coração.