Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Inoperância preocupa dirigente

11 de Novembro, 2013

Pavilhão Palanca Negra Gigante acolheu a última edição do torneio da Taça Zé Du

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Pavilhão Multiusos de Malange, Palanca Negra Gigante, concebido para acolher o torneio internacional de hóquei em patins em Agosto último, está subaproveitado. A apreciação é do secretário do Movimento Nacional Espontâneo (MNE) em Malange, Manuel Junqueira, segundo o qual o recinto foi utilizado para a realização de vários eventos e a massificação do desporto de sala.

O responsável lembrou que desde a inauguração das infra-estruturas a 12 de Agosto deste ano, voltou-se a assistir nelas, a par do torneio Zé Du, a um espectáculo de acrobacia chinesa, apenas na sexta-feira, dia 8. Por esse facto, o responsável do MNE em Malange apelou ao governo no sentido de criar políticas de utilização do pavilhão, passando pela colocação das tabelas, balizas e outros acessórios, para permitir a prática do basquetebol, andebol e outras modalidades, que ajudam a província a despontar no domínio desportivo, isto, em várias modalidades..

Por outro lado, Manuel Junqueira apontou o surgimento do referido pavilhão como um dos maiores ganhos que a província conquistou no domínio de infra-estruturas desportivas, por isso é imperioso que seja utilizado, para justificar a sua construção.Localizado no Bairro da Voanvoala, cerca de oito quilómetros a sul da cidade capital de Malange, o pavilhão tem capacidade para três mil pessoas. O edifício ocupa uma área de quatro mil e 10 metros quadrados de construção, dentro de um perímetro de extensão de 34 mil e 966 metros quadrados.