Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube dominador

Silva Cacuti - 01 de Janeiro, 2016

A equipa orientada pelo cubano Enrique Carrion venceu tudo

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 1º de Agosto, Petro de Luanda, Recreativo do Libolo, Benfica de Luanda, ASA e outros grandes emblemas do desporto nacional, são desafiados a criarem departamentos de boxe para contrapor o domínio do Interclube, que em 2015  teve punhos para tudo, muito por ser dos poucos que têm um departamento dignamente organizado.

A  equipa orientada pelo cubano Enrique Carrion venceu tudo. Não importa que tenham sido provas femininas ou masculinas. Escasseiam adversários para o Interclube.

O Interclube venceu o campeonato nacional e a Taça de Angola com relativa facilidade, logrou uma média de oito medalhas de ouro em cada competição que envolve 11 categorias.A vitória da equipa em todas as competições da Federação Angolana de Boxe (Faboxe) propiciou a maior presença de atletas do Interclube nas selecções nacionais.

Pedro Gomes, atleta da equipa, deu ao boxe angolano uma medalha de bronze nos jogos africanos disputados em Brazzaville.

Uma palavra à  Electro do Lobito, que mesmo a concorrer diante de um "Golias", preserva o lugar de segunda força do boxe nacional e seus atletas dão luta quando têm pela frente um adversário da equipa do Interior.

O Jeffosport, África Sport, Vinde a Mim, Cobra, escolas do Palanca e Golf II fizeram o que lhes era possível, durante a época, para os recursos e condições em que praticam, denotam grande paixão pela modalidade e a certeza de que há potencial entre seus praticantes.