Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube e 1 de Agosto em jogo rijo

Pedro Futa - 02 de Agosto, 2018

Fotografia: Dombele Bernardo | Edies Novembro

1º de Agosto recebe hoje, às 16h00, o Interclube, no jogo grande da sétima e última jornada da fase regular do Campeonato Nacional de andebol em sénior masculino, prova que se disputa no pavilhão principal da Cidadela Desportiva, em Luanda.
A expectativa do jogo é grande nas duas agremiações. Em declarações ao Jornal dos Desportos, o treinador adjunto da equipa militar, Júlio Caxito, disse que o jogo com a equipa da Polícia Nacional \"vai ser o melhor da competição\".
\"Quem não assistir a esse jogo, vai perder um bom espectáculo. O 1º de Agosto entra para esse desafio com o objectivo de vencer e conquistar o campeonato\", disse.
Na jornada anterior, o 1º de Agosto ganhou às Organizações Joyce por 38-20.

NAIR ALMEIDA
EXPECTANTE

A antiga atleta do Petro de Luanda e do 1º de Agosto, Nair Almeida, espera ver bons jogos nos campeonatos nacionais. A ex-andebolista, considerada melhor jogadora de uma das edições dos Campeonatos Africanos sénior feminino, mostrou-se expectante em relação às equipas de Benguela.
\"Espero que a Casa Pessoal do Porto do Lobito, Electro  do Lobito e o Crisgunza de Benguela façam bons resultados, pois representam a minha província\", disse.
A benguelense constatou que há muitas atletas a despontarem no campeonato nacional.
\"Assisti ao jogo de abertura entre a Marinha de Guerra e o Petro de Luanda e constatei muitas atletas jovens a despontarem, que podem servir à selecção nacional. Temos uma excelente competição\", enalteceu.
Contrariamente à Nair de Almeida, o director desportivo da EPAL, Manuel da Cunha, disse: \"Não gostei muito do primeiro jogo\". O responsável sustenta que \"as equipas entraram apáticas, mas no desenrolar da competição houve melhorias e a competição está a ser bastante animada\".
Em relação à EPAL, o dirigente disse que o objectivo é fazer uma boa participação por \"participar pela primeira vez\".
\"A EPAL tem atletas formadas noutras equipas. O nosso objectivo é fazer os melhores jogos possíveis. O país atravessa momento de crise financeira e não está fácil manter-se no campeonato\", disse.