Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube e Universidade Lusada aquecem Pavilho 28 de Fevereiro

Hlder Jeremias - 13 de Dezembro, 2014

Interclube procura diante da Universidade Lusada os pontos necessrios para fugir da zona baixa da classificao do Bic-Basket

Fotografia: Jornal dos Desportos

O encontro entre o Interclube e a Universidade Lusíada, a partir da 18h00 no pavilhão 28 de Fevereiro é a partida de maior vulto referente à quinta jornada da primeira volta da XXXVII edição do Campeonato Nacional de Basquetebol (na versão Bic Basket), na qual também estão inseridos os aliciantes Comité Desportivo da Marinha de Guerra - Atlético Sport Aviação e Sporting Clube de Benguela - Progresso Associação Sambizanga.

O jogo é entre duas equipas com margem de progressão satisfatória na fase preliminar da maior competição doméstica, não obstante a formação adstrita à Polícia Nacional, orientada pela dupla de técnicos Alberto Babo e Apolinário Paquete, dispor de maiores argumentos no que tange às opções de atletas dotados de traquejo capaz de fazer toda a diferença em termos individuais.O Interclube, que ontem mediu forças com o Atlético Petróleos de Luanda (o resultado não era conhecido até à hora do fecho da presente edição), continua ávido de pontos que lhe permitam sair da zona aflitiva da tabela classificativa, uma vez que em quatro jogos, os polícias venceram dois e tiveram igual número de derrotas, o que lhes confere o quarto lugar, com o total de seis pontos.

Com 367 pontos marcados e 314 sofridos, a equipa às ordens de Alberto Babo tem revelado uma das melhores defesas, em função das derrotas à tangente nas duas jornadas anteriores, em que perdeu por quatro pontos de diferença diante do Futebol Vila Clotilde (80-84) e seis frente ao 1º de Agosto (88-94).

A Universidade Lusíada tem como sua maior divisa a disciplina no jogo colectivo, porquanto cria muitas dificuldades na manobra do adversário ao tirar proveito da eficácia das variantes defensivas, sobretudo na pressão ao homem com bola e zona 2-3, mas a pouca consistência em termos de finalização situa-se entre as grandes vulnerabilidades da formação universitária.

A Lusíada ocupa o oitavo lugar na tabela classificativa, com 4 pontos, tendo obtido apenas uma vitória em três jogos disputados, ou seja, marcaram 210 pontos e consentiram 239. Nas duas jornadas anteriores claudicaram diante do Atlético Petróleos de Luanda (103-70) e foram batidos pelo Futebol Vila Clotilde pelos desfavoráveis 73-86.

O técnico adjunto do Interclube, Apolinário Paquete, é um homem convicto na consumação de louros na presente época, ao dizer que "a equipa está a trabalhar na busca da sua afirmação e que os objectivos a curto prazo passam pela luta pelo título das maiores competições nacionais".

 

Curtume e ADPP  discutem troféu

As formações do Curtume e das Formiguinhas da ADPP medem forças amanhã, às 10h30, no campo do Puniv do Cazenga, na final da primeira edição do torneio quadrangular de basquetebol masculino, em alusão aos 58 anos do partido MPLA, comemorado no dia 10 deste mês.

A final vai colocar frente-a-frente as equipas que melhor se apresentaram na primeira fase da competição. A formação das Formiguinhas da ADPP venceu a equipa do Angola e Cuba por 56-53, enquanto o Curtume, que no próximo ano pode disputar o Campeonato Provincial de Basquetebol de Luanda, eliminou nas meias-finais o Kilamba Kiaxi por 67-49. 

Com as vitórias nos jogos das meias-finais, Formiguinhas da ADPP e Curtume têm assim o privilégio de discutir o troféu do torneio que vai levar para o recinto do Puniv do Cazenga muitos adeptos sedentos de basquetebol de qualidade.

O dia das actividades abre às 9h00, no mesmo recinto, com o jogo entre as equipas do Angola e Cuba e do Kilamba Kiaxi, para atribuição do terceiro lugar da competição.As condições para a realização da grande final estão todas garantidas, segundo informou ao Jornal dos Desportos um membro da comissão organizadora. Francisco André "Kito" disse ao Jornal dos Desportos que do ponto de vista técnico e administrativo, os organizadores prepararam tudo ao pormenor para que todos aqueles que se deslocarem ao Puniv do Cazenga participem activamente na festa dos 58 anos do partido MPLA.
Pedro Augusto